O poder da persuasão nas práticas jurídicas

Advogado Moderno / 30/03/2017 - 06h28

Olá amiga e amigo Advogado, tudo bem?

O que faz um advogado ser excelente? A resposta para essa pergunta envolve um conjunto de características que incluem desde a responsabilidade, passando pelo conhecimento das leis e chegando à habilidade de se colocar no lugar dos clientes. Mas sabia que o poder de persuasão é um dos aspectos mais importantes e, no entanto, muito ignorado no cotidiano da advocacia? E o melhor é que essa característica pode tranquilamente ser adquirida ao longo da vida! Quer saber mais sobre essa habilidade? Confira:

O poder da persuasão verbal no dia a dia do advogado

Desde o trato com clientes e estagiários até o dia a dia no fórum e nos tribunais, praticamente todas as atividades de um advogado envolvem a prática da persuasão. É preciso, por exemplo, convencer sua equipe a dar 110% de atenção para cada cliente, evitando erros e oferecendo o melhor serviço possível, assim como é preciso argumentar com cada cliente sobre as melhores soluções para seus problemas, por mais que elas possam lhe parecer mais trabalhosas ou difíceis à primeira vista. Isso sem contar que no cotidiano do fórum e dos cartórios é preciso convencer servidores e magistrados a darem uma atenção a mais aos argumentos de seu cliente ou a movimentarem um determinado processo com mais agilidade.

As argumentações escritas também usam a persuasão

A prática advocatícia por meio da escrita também exige um aguçado poder de persuasão. Em petições inicias, contrarrazões e memoriais, por exemplo, é preciso demonstrar ao juiz e aos servidores, por meio de uma escrita lógica e sucinta, que seu cliente merece ganhar aquela ação. O mesmo acontece quando se está negociando um contrato ou lidando com atos administrativos cotidianos. Em todas essas situações é imprescindível escrever com clareza, objetividade e boa argumentação.

O poder da persuasão como estratégia para o sucesso

Qualquer estratégia de sucesso na área jurídica envolve o desenvolvimento de habilidades de persuasão. Mas como adquirir essas habilidades e, consequentemente, aprimorar seu desempenho como advogado? O primeiro passo é se preparar bem para a profissão. No dia a dia, isso significa estar sempre atualizado sobre as mais recentes mudanças legislativas e sobre os julgamentos dos tribunais superiores, bem como, obviamente, conhecer de perto o caso de cada um de seus clientes.

Naturalmente, esse preparo gera mais confiança e segurança sobre aquilo que se fala e pleiteia em nome do cliente, o que é essencial para convencer juízes, servidores e até mesmo a parte contrária a atender a seus pedidos. Além disso, é preciso adquirir uma certa familiaridade com seu interlocutor, desde que isso não seja confundido com informalidade! Ao tratar quem pretende persuadir de forma cortês, polida, respeitosa e de igual para igual, você automaticamente aumenta as chances de ser bem-sucedido em seus pedidos.

E o mesmo ocorre para quem procura conhecer de perto as pessoas com quem trabalha, fazendo questão de se lembrar de seus primeiros nomes e perguntar algumas informações pessoais, concentrando-se na conversa com elas e estabelecendo estratégicos laços de confiança ao longo do tempo.

E então, o que achou dessas informações? Tem outras sugestões sobre como aprimorar o poder de persuasão em seu dia a dia?


Abraços e até a próxima!

 

Publicidade
Publicidade
Publicidade
Comentários