Obrigado, Dátolo! Valeu, Donizete!

Postado em 03/01/2017 12h56
Bruno Cantini/ Atlético / N/A   Zorro será o primeiro a sair. Na verdade, Zorro é uma fêmea, mas como seus pêlos fazem uma espécie de máscara preta sobre os olhos, foi batizada assim. Os outros três são Félix, há quase dois anos em casa; Mia, que veio logo depois; e Brisa, a primogênita do...

Um grito que o Galo precisará se acostumar: “tomba! Tomba!”

Postado em 27/12/2016 12h57
Godoy Cruz parece tudo menos o nome de um time de futebol, por isso já me simpatizei com os primeiros adversários do Atlético na Copa Libertadores de 2017. Como praguejar ou se enfurecer com um clube que, ao fim das duas palavras, você já criou associações bestas (penso sempre em hospital, talvez...

Quero raiva e vergonha, no time todo!

Postado em 20/12/2016 13h52
Nunca vi ninguém com a camisa do Aquaman. Lembro do desenho animado, que passava de manhã na TV em minha época de garoto, mas depois disso nunca mais ouvi falar do herói aquático até a DC Comics e a Warner Brothers anunciarem um filme com ele (afinal de contas, poderosos de segunda classe como...

Fora do padrão

Postado em 13/12/2016 07h02
Beth traça um olhar panorâmico sobre o escritório, papéis no chão, livros empilhados e filmes em DVD espalhados por todo o canto. Tenta formular alguma frase, mas só respira fundo e dá meia volta. Há 15 anos eu venho prometendo que, em minhas férias, porei fim ao que ela chama de bagunça – prefiro...

O jogo que não existiu

Postado em 06/12/2016 12h10
É como se tivesse sido abduzido e retornasse à Terra alguns dias após o Atlético perder o primeiro jogo da final da Copa do Brasil, em pleno Mineirão. São Paulo não é a Conchinchina, devo admitir. E lá na rua 25 de março é bem provável que encontre, a preços bem módicos, as botas perdidas por Judas....

Chegou a hora

Postado em 21/11/2016 08h55
Não condeno Marcelo Oliveira. Muito menos o que se passou durante a temporada de 2016. Os títulos até agora não vieram, mas prefiro lembrar a genialidade de Robinho, de suas jogadas inteligentes e cheias de malícia, tão em falta no futebol de hoje. Lembrar também o que Cazares, em seus melhores...

Sem defesa

Postado em 12/11/2016 12h27
Estimulada pelas agressivas propagandas natalinas, como se o dia 24 de dezembro já fosse essa semana, Julia entra na sala, toda serelepe, querendo saber o que eu gostaria de ganhar. Ainda aturdido pelo desempenho pífio do Atlético contra o Coritiba, desligo a TV e peço à minha filha dois zagueiros....

A Falha

Postado em 06/11/2016 11h12
Se havia alguma dúvida antes, por mais milagres que tenhamos testemunhado em quatro anos como titular absoluto embaixo do gol, após a classificação para a final da Copa do Brasil ficou mais do que provado que Victor é ídolo do Atlético, talvez um dos maiores da história centenária do clube. O teste...

Forte e vingador

Postado em 29/10/2016 09h51
Posso queimar a língua e o Atlético ser eliminado da Copa do Brasil, mas reencontrei na vitória de 2 a 1 sobre o Internacional aquele Galo oportunista, cirúrgico, sortudo e aguerrido de 2013 e 2014. Diferentemente do que aconteceu depois, a gente vê nesse Galo uma vontade de vencer que não é medida...

Como as curvas de Sonia Braga

Postado em 22/10/2016 10h09
Marcelo Oliveira não tem cabelo nem dons divinatórios como os de Moisés, mas suas palavras pós-classificação para as semifinais da Copa do Brasil nos fazem acreditar (olha essa palavra aí de novo!) que o mar vermelho pode ser aberto novamente, como na passagem bíblica presente em Êxodo. Não por...

A sofrida arte de secar

Postado em 15/10/2016 09h45
O jogo já tinha terminado no Mineirão e eu não entendia como um grupo de atleticanos ainda vibrava, gesticulava e reclamava numa lanchonete do bairro Cidade Nova, no momento em que voltava da casa dos meus pais, na última quinta-feira.  Como havia dormido mal na noite anterior, cheguei a...

Ser atleticano

Postado em 08/10/2016 11h46
Ser atleticano é como, imagino, botar um kipá ou virar maçom. Existe uma sensação de comunidade, de pertencer a um clã, mesmo que apenas no calor de um jogo ou na mesa de um bar. As diferenças – sociais, econômicas, partidárias – desaparecem, com todos falando a mesma língua. Rico ou pobre, petista...