A CASA DO BECO

Opinião / 06/04/2018 - 06h00

Tio Flávio*

A Casa do Beco surgiu em 2003, a partir do trabalho artístico do Grupo do Beco (criado em 1995). Localizada aos pés do Aglomerado Santa Lúcia/Morro do Papagaio, na região Centro Sul de Belo Horizonte , a instituição é um Ponto de Cultura desde 2010 e seu principal objetivo é promover o desenvolvimento humano e a transformação social por meio do fomento à produção e difusão cultural e artística, especialmente do teatro, em sua comunidade, além disponibilizar suas atividades a outros públicos da cidade. 

Aberta ao público desde 2011, a Casa é espaço de intercâmbio de experiências culturais. Buscando a formação humana e profissional através da arte, são oferecidas oficinas para crianças, jovens e adultos. Além disso, há uma ampla programação artística e cultural, sempre gratuita, que mescla grandes sucessos do teatro e as montagens produzidas pela própria Instituição.

Por meio de seu núcleo artístico, composto pelo Grupo do Beco e pela Companhia Movimento do Beco, a Casa oferece aos seus artistas a oportunidade de se profissionalizar no teatro e na dança, expressando nos palcos as cenas de seu cotidiano. Para manter suas atividades, a Casa do Beco conta com a colaboração de parceiros, amigos e empresas que apoiam seus projetos. 

Atualmente, a programação da Casa do Beco é mantida graças ao patrocínio do Instituto Unimed BH, via da Lei Rouanet, viabilizado pelo incentivo de pessoas físicas e da Cemig, por meio da Lei Estadual de Incentivo à Cultura de Minas Gerais.

A Instituição também conta com os recursos do Fundo Estadual de Cultura de Minas Gerais e do Fundo Municipal e Cultura de Belo Horizonte. Assim, desde suas origens, com a experiência inicial do Grupo do Beco, em 1995, a instituição vem tentando fazer com que o teatro, atividade popular em sua origem, mas elitizada em nossos tempos, seja acessível a todos os cidadãos. 

Neste ano, reconhecendo a importância da Casa para a cidade, o seu fundador e diretor institucional, Nil César, foi anunciando como um dos vencedores do prêmio “Bom Exemplo 2018”, na categoria Cultura, o que representa o reconhecimento a todos que conhecem e apóiam seus projetos. Para conhecer mais, siga: https://www.facebook.com/acasadobeco/ 

*Palestrante, professor, autor de livros e idealizador do Tio Flávio Cultural
 

Publicidade
Publicidade
Publicidade
Comentários