As lojas físicas vão desaparecer?

Opinião / 11/01/2018 - 06h00

Pedro Heleodoro Sebastião dos Santos*

Ainda em 2017 a CNC, Confederação Nacional do Comércio de Bens, Serviços e Turismo, divulgou uma pesquisa apontando que em 2016 o Brasil teve um saldo negativo entre aberturas e fechamentos de empresas, no final desse haviam 108,7 mil lojas físicas a menos, que no ano anterior. 

Não só essa, mas diversas outras pesquisas de mercado indicam uma retração constante para as lojas físicas, demonstrando um horizonte de declínio do comércio tradicional, como uma tendência para os próximos anos. E esta mudança não está principalmente relacionada à crise econômica que assola o mundo nos últimos anos. É sim, uma tendência econômica: A Morte das Lojas Físicas.

Já é dito e notório que a internet mudou o mundo, ampliando a comunicação e integração em todos os povos e consequentemente mudou drasticamente a economia mundial. Uma dessas consequências é o crescimento das empresas de e-business (empresas com atuação online) e, dentre elas, o e-commerce (comércio eletrônico) é um dos grandes destaques dessa nova economia.

A ampliação da tecnologia, a evolução da gestão, a otimização dos processos logísticos e o novo aculturamento do processo de compra, fomentado principalmente pelos fenômenos internet das coisas e o on demand, fez e fará com que este segmento continue sendo uma exceção na economia, lembrando que, nos últimos anos o comércio eletrônico imprimiu um crescimento anual muito acima da média da economia do Brasil e no mundo.

Diante disso tudo, torna-se fundamental a todo e qualquer profissional estar atento as essas mudanças na dinâmica empresarial. Nos Estados Unidos os shopping centers têm perdido lojas se tornando grandes centros de entretenimento, enquanto a compra online, cada vez mais personalizada e assertiva cresce continuamente. Qualquer profissional que atue na indústria, no atacado ou no varejo precisa se “digitalizar”.

A digitalização consiste em buscar aprimorar os conhecimentos que já possui e buscar novos para poder aplica-los neste novo ambiente digital, onde as interações acontecem pela internet de forma dinâmica e cada mais autônoma.

Atenta a este fenômeno os cursos de Comunicação e Gestão da Faculdade Promove sempre oferecem dentro da grade diversas matérias relacionadas ao marketing digital e e-commerce a fim de deixar os alunos preparados para esta nova dinâmica mundial e, portanto, deixando aptos a conquistar vagas no mercado de trabalho.
Diante disso tudo, fica o convite: Você já se “digitalizou”? Esta preparado para nova economia do século XXI?


* CEO da E-Head, Professor especialista em e-commerce e marketing digital na Faculdade Promove
 

 

Publicidade
Publicidade
Publicidade
Comentários