Marketing pessoal - Como fazer

Opinião / 06/03/2018 - 06h00

Mauro Condé
 
Naquele dia, marido e mulher saíram de casa felizes da vida – estavam prestes a adotar um cãozinho para tornar ainda mais amigável o ambiente familiar. Chegando ao canil, o que mais lhes chamou a atenção foi o forte latido dos cães, cada um querendo chamar mais a atenção do que o outro.

Começaram a visita e logo na entrada se encantaram com um cão de duas cores que latia de forma alegre e simpática. Continuaram andando, e a esposa sensibilizada se agachou perto de um outro cachorro que parecia triste e amuado. Seguiram em frente e quase no final do corredor se depararam com o cãozinho que mais lhes chamou a atenção: Era um cachorro posicionado bem debaixo de uma TV desligada, tendo à frente um controle remoto. O cão olhou para um, olhou para o outro, deu uma piscadinha e com sua pata direita acionou o controle remoto ligando a TV que estava acima dele.

De repente, um vídeo começou a passar apresentando o dito cujo – ele se chamava Harvey. E em poucos segundos ele apareceu em uma série de situações “vendendo o seu peixe” – tirando o sapato dos seus donos quando eles chegavam em casa; colocando a roupa suja para lavar; cortando a grama; levando as crianças para a escola; vigiando o forno para avisar a hora de retirar o frango de lá; jogando xadrez com um jovem e cobrindo uma criança e apagando a luz na hora dela dormir. Esse vídeo pode ser visto no YouTube (pesquise por Harvey Dogs).

Apesar de fictícia, a história nos ensina a melhor maneira de fazer marketing pessoal. Primeiro, dentro de um canil, cheio de concorrentes cada um latindo mais alto do que o outro, Harvey era o único em silêncio e que no momento certo mostrou seus diferenciais competitivos e pontos fortes, divulgando-os de forma inteligente e convincente.

O que aprendemos com Harvey é que fazer marketing pessoal não é ficar fazendo igual a todo mundo (por exemplo, ficar latindo para ver quem grita mais alto). Fazer marketing pessoal é trabalhar a imagem para moldar nas outras pessoas uma grande percepção de valor a seu respeito.

Construa sua marca, o seu personagem, seja natural, tenha criatividade, conheça bem a si mesmo e surpreenda. Afinal a melhor maneira de encontrar o seu cliente é ser encontrado por ele.
 

Palestrante, consultor e fundador do Blog do Maluco

Publicidade
Publicidade
Publicidade
Comentários