Carboxiterapia

Saúde em Dia / 12/01/2017 - 06h00

Você conhece a Carboxiterapia? O nome é esquisito, né? Mas já surgiu várias vezes na mídia pelas beldades da televisão, que não vivem sem a maravilha... Sim, uma maravilha! Afinal, um tratamento que manda pra longe as temidas celulites e estrias, além da vilã flacidez, é ou não é um achado? Mas vamos explicar como funciona, porque não há milagre quando o assunto é aquela dobrinha que está sobrando em seu corpo, né?

A Carboxiterapia consiste em injeções de gás carbônico (CO2) nos tecidos para combater esses e outros males da atualidade. A luta contra a gordura localizada é outro benefício do tratamento, que pode ser aplicado para melhorar o aspecto de diversas partes do corpo, como abdômen, nádegas, costas, coxas e braços.

Não é um tratamento cirúrgico, que requer internação e outros “trâmites”, mas é um procedimento que só pode ser feito por médico, afinal são pequenas injeções com agulhas finíssimas que devem ser aplicadas em local preciso, ok? E, claro, o profissional deve ficar atento: grávidas devem passar longe da Carbox, assim como quem tem doenças infecciosas ou marca-passo.

Mas vamos ao que interessa, certo? Os resultados aparecem a partir das 4ª e 5ª aplicações, quando pode ser observada a pele mais lisinha, bem mais firme, além de medidas reduzidas. Se você se mantiver em movimento, aliando o tratamento a atividades físicas regulares e uma alimentação saudável, é recomendado que, de 6 em 6 meses, seja feita uma pequena manutenção. E pronto!

Fique por dentro de tudo o que a cirurgia plástica e os tratamentos estéticos podem oferecer! Noss papel é trazer novidades para você. Cuide-se e conte conosco!

Publicidade
Publicidade
Publicidade
Comentários