Promover o esporte é bacana demais

Álvaro Damião / 10/10/2017 - 11h06

Belo Horizonte será a primeira cidade do Brasil a receber as escolinhas de futebol do programa Seleções do Futuro, do Ministério dos Esportes.

O projeto tem o intuito de democratizar a prática do futebol de base pelo Brasil e promover a inclusão social entre jovens de 6 a 17 anos, homens e mulheres, prioritariamente matriculados nas escolas públicas. 

Inicialmente, o programa funcionará em caráter “piloto”. Serão 14 núcleos distribuídos em Minas Gerais: Belo Horizonte, Nova Ponte, Centralina, Monte Alegre, Canápolis, Itapagipe, Brasópolis, Perdigão, Engenheiro Caldas e Minas Novas. Através de um trabalho em parceria com o Secretário Nacional de Futebol, Gustavo Perrella, com o Secretário de Esportes de Belo Horizonte, Bebeto de Freitas, e o Prefeito Alexandre Kalil, conseguimos trazer quatro núcleos para BH. 

Cada núcleo será composto por no máximo 200 alunos, que terão treinamentos duas vezes por semana. Em Belo Horizonte, o projeto será desenvolvido no Campo do Radiante, localizado no bairro Lagoa; no Campo do Mineirinho, bairro Alto Vera Cruz; Campo do Bahia, região do Serra Verde e no Campo do Conjunto Santa Maria, na Raja Gabaglia.

Os professores do projeto serão capacitados pela CBF. É importante ressaltar que os treinos serão desenvolvidos fora do horário escolar. Afinal, lugar de criança é na escola!

Sei que muitos podem pensar que não passa de mais um projeto. Mas é justamente por isso que escolhi este tema para a coluna desta semana. 

Precisamos abrir a mente! Esporte não é só lazer! A prática do esporte, através de projetos sociais, ajuda a desenvolver a criança como um ser social. Atualmente, os jovens de baixa renda, em sua grande maioria, não possuem recursos financeiros para se inscrever em uma escolinha de futebol particular e, por isso, acabam desistindo de um sonho. E o Seleções do Futuro foi pensado justamente para não deixar este sonho morrer! Escolinha e uniforme gratuitos!

Embora alguns pensem o contrário, o futebol alimenta esperanças! O que nos impede de acreditar que novos craques surgirão neste projeto? Nada nos impede! 

Precisamos valorizar mais o futebol, seja o profissional ou o amador. É no campo de terra batida que tudo começa! As histórias do nosso querido futebol amador envolvem protagonistas da vida real, que trabalham duro em outras profissões e se dedicam ao futebol apenas por amor! Eles são a prova real de que só é possível vencer com superação e entrega. E é deste incentivo que nossas crianças precisam.

E é por acreditar nessas histórias que eu escolhi promover o esporte através do projeto Seleções do Futuro! Espero que nas próximas Copas do Mundo possamos ter representantes deste programa vestindo a camisa da Seleção Brasileira. É preciso parar de falar que o esporte é inclusão social! Falar até papagaio fala! As pessoas querem ação!
Tamo junto e até a próxima!

Publicidade
Publicidade
Publicidade
Comentários