Cabo Júlio pede desculpas por chamar Maria do Rosário de 'vaca'; Confira o vídeo

Amália Goulart / 06/03/2018 - 16h37

O deputado estadual Cabo Júlio pediu, nesta terça-feira, desculpas à deputada federal Maria do Rosário por tê-la chamado de "vaca" em pronunciamento na Assembleia Legislativa em 2016. O pedido foi feito também do plenário da Casa e após pressão dos órgãos de controle.

"Não posso deixar de reconhecer que, em nunhuma circunstância, tive o obejtivo de ofendê-la", disse. Júlio leu um documento que havia sido negociado com o Ministério Público. "Deputada Maria  do Rosário, mas não apenas ela, todas as mulheres que se sentiram ofendidas, a vocês eu reitero minhas desculpas publicamente. Sou honrado o suficiente para não esconder atrás da minha imunidade parlamentar", prosseguiu.

O parlamentar deixou claro que se retratou porque xingou Rosário de "vaca" por um comentário que pensou ter ela feito, mas não o fez. "Uma vez ela falando que não falou, tenho que pedir desculpas", afirmou ao fim do pronunciamento. 

Cabo Júlio pediu aos eleitores que repliquem a retratação, "a fim de minorar o impacto da ofensa que pratiquei".

O parlamentar xingou a deputada porque pensou que ela tinha feito um comentário, nas redes sociais, sobre o caso de um assalto em que um PM baleou três bandidos enquanto dirigia um Uber. Além do machismo e da grosseria, o deputado se enganou, pois o comentário não foi feito por Maria do Rosário.

Veja o vídeo:
 

Publicidade
Publicidade
Publicidade
Comentários