Saiba como deve ser o desenho das chapas de Dinis, Rodrigo Pacheco e Lacerda

Amália Goulart / 12/03/2018 - 19h40

A movimentação nos partidos de médio porte marca a disputa dos pré-candidatos ao governo de Minas por alianças no pleito deste ano. E o desenho das chapas começar a ficar mais claro. 

No xadrez eleitoral, já é possível vislumbrar três campos na oposição. Rodrigo Pacheco, deputado federal que trocará o MDB pelo DEM, deve ter o apoio do PP e do Avante (antigo PTdoB). Ele tenta ainda conquistar o PPS, que está dividido. 

Já o ex-prefeito de Belo Horizonte, Marcio Lacerda (PSB), teria conseguido uma alinhamento com o PDT e o PSD.

Já Dinis Pinheiro, que até outro dia podia apoiar Lacerda, parecer ter-se animado com o aceno do Solidariedade e PTB. Pinheiro irá filiar-se ao primeiro partido. 
Com a campanha eleitoral menor (serão 45 dias) o arco de alianças será de fundamental importância para garantir tempo de televisão e capilaridade pelo interior.
Os três candidatos do grupo de oposição ao governador Fernando Pimentel (PT) terão tempo similar na TV.

PPS
Encontro estadual do PPS foi realizado no último fim de semana com visível divisão dos integrantes. 

No partido existem hoje três grupos. Um deles deseja caminhar com o deputado federal Rodrigo Pacheco, outro quer montar chapa com o ex-prefeito Marcio Lacerda e um terceiro aposta em Dinis Pinheiro, ex-presidente da Assembleia Legislativa. “Todas as posições são legítimas. Vamos nos reunir e tomar uma decisão. As decisões no PPS são horizontais”, afirmou o deputado estadual Antônio Jorge, entusiasta da candidatura de Dinis Pinheiro. 

O PPS recebeu, na semana passada, Alberto Pinto Coelho, que deixou o PP após perder a presidência estadual. O novo integrante da legenda não diz abertamente, mas tem maior afinidade com Dinis. 

Outra ala estaria alinhada à candidatura de Rodrigo Pacheco. 

O PPS busca um consenso interno para montar o diretório. O ex-deputado Alexandre Silveira, hoje no PSD, deve migrar para a legenda, em que será alçado ao posto de presidente estadual. Ele participou do encontro do PPS, bem como Lacerda e Dinis. Silveira confirmou o convite para ir para o PPS, mas desconversou sobre a situação eleitoral da legenda.

Em forma
O pré-candidato ao governo de Minas, Rodrigo Pacheco, foi visto ontem em caminhada matinal no Belvedere. Pacheco encontrou espaço na agenda para se exercitar. Ele tem administrado o tempo entre as costuras partidárias e a rotina em Brasília. Antes da caminhada, tomou café da manhã em uma padaria do bairro, conforme registrou um leitor da coluna. 

No domingo, o deputado federal Fabinho Ramalho (MDB) foi visto na mesma padaria.

Pacheco deve sair do MDB e assinar a filiação ao Democratas na próxima segunda-feira, dia 19, em evento no Hotel Mercury. 

Fake News
O senador Aécio Neves (PSDB) foi vítima de uma “Fake News”. Ainda não se sabe quem, mas montagens de faixas com mensagens de cunho pejorativo espalharam pelas redes sociais no dia em que ele visitou a cidade de Almenara, no Vale do Jequitinhonha. 

 

Publicidade
Publicidade
Publicidade
Comentários