Usiminas antecipa participação nos lucros a funcionários

Amália Goulart / 30/11/2017 - 06h00

A Usiminas antecipou de abril para dezembro o pagamento, a título de Participação nos Lucros e Resultados, correspondente a 30% do salário base dos empregados. A decisão foi aprovada por unanimidade pela diretoria da companhia e foi anunciada aos empregados pelo presidente Sergio Leite.
O benefício, mais de R$ 11 milhões, contempla quase 10 mil empregados da Usiminas, Unigal Usiminas e Mineração Usiminas.

A expectativa é a de que os empregados recebam o benefício já no próximo dia 7 de dezembro. Somente em Ipatinga, estima-se que serão pagos cerca R$ 6,5 milhões em benefícios.

O comércio da região comemora a decisão.

A Usiminas deu início a uma curva ascendente, após mais de um ano de litígio entre os maiores acionistas, Nippon Steel e Ternium/Techint.

Cade e CSN
Por falar em Usiminas, o Cade arquivou processo em que a Companhia Siderúrgica Nacional (CSN) questionava a compra de ações da Companhia pela Ternium/Techint em 2012. A CSN já havia perdido a batalha, mas ingressou com recurso, que não foi aceito. A CSN tenta provar que houve troca de controle na Usiminas, quando houve a negociação dos papéis.

Fraude
A CSN comunica os clientes que soube de fraudes envolvendo o nome da empresa. Conforme o comunicado, “chegou ao conhecimento da Companhia Siderúrgica Nacional (CSN) que certas empresas estariam oferecendo ao mercado produtos siderúrgicos e emitindo boletos fraudados em nome da CSN. Tais empresas receberiam os pagamentos e não entregariam os produtos”.

Polo Moveleiro
O polo moveleiro de Belo Horizonte e Região Metropolitana foi reconhecido na noite de terça-feira, em evento no Museu de Artes e Ofícios. O setor pode usufruir da redução de taxa de juros, mesmo que gradual, da oferta de crédito e da redução do endividamento das famílias. Cerca de 20 representantes de sindicatos da indústria prestigiaram a presidente do Sindimov, Iara Abade.

Santander em Unaí
O Santander iniciou as atividades da primeira loja totalmente direcionada ao Agronegócio em Minas Gerais. A unidade fica em Unaí, no Noroeste do Estado. É a primeira loja desse tipo do banco no Estado e a nona no Brasil, mostra de quanto o setor é lucrativo.
“Unaí é um dos maiores produtores de grãos do país, além de se destacar na pecuária de leite, de corte e na avicultura. Esperamos atender os produtores rurais da região com mais especialidade e exclusividade”, afirma Carlos Aguiar, superintendente executivo de Agronegócios do Santander.

 

Publicidade
Publicidade
Publicidade
Comentários