Como manter um guarda-roupa atualizado

Bianca Ladeia / 18/02/2018 - 06h00

Várias pessoas me questionam sobre a criação do famoso guarda-roupa cápsula. A fórmula mágica de um armário dos sonhos. Em minha opinião, esse é um conceito equivocado.

Como um guarda-roupa com números exatos de cada tipo de peça pode funcionar para pessoas com estilos, profissões, perfis e lifestyle tão diferentes? A minha resposta é sempre a mesma: para mim, não existe guarda-roupa cápsula. Existe um guarda-roupa funcional. O que funciona para cada pessoa.

Muitos têm a ideia de que para estar bem vestido é necessário ter um armário abarrotado de roupas, e não é bem assim. O conceito de inteligência visual, nesse caso, faz muito mais sentido. O ideal é um closet inteligente, pensado e analisado para cada um.

Um bom começo, para quem se sente muito perdido, é fazer uma sessão de limpeza no armário. Desapegue de peças velhas, ultrapassadas, que não servem mais e nem combinem com seu estilo. Mas desapegue mesmo. Abra espaço para novas peças.

Depois, divida o armário de forma inteligente: crie uma base de aproximadamente 60% com peças-chave clássicas, atemporais e versáteis: bons jeans, calças de alfaiataria, camisa branca e neutras, blazers bem cortados, vestidos de linhas e modelagens retas, blusas básicas, etc. Esse percentual pode mudar de acordo com seu perfil e preferências. Pense no que facilitará o seu dia a dia e invista em peças de qualidade, para que você possa aproveitá-las por alguns anos.

Em seguida, acrescente 20% de peças de tendências, que estão na moda e que combinem com seu estilo. Assim, você poderá misturar com o clássico, criando sempre looks modernos e atuais. Essas peças serão trocadas em uma média de seis a oito meses, então, nessa parte, vale investir e pesquisar por um bom custo benefício.

E, por fim, acrescente mais 20% de acessórios. Brincos, colares, pulseiras, anéis, cintos, sapatos e bolsas. Itens que têm o poder de mudar a cara de uma produção e criar várias possibilidades. Deixando suas roupas ainda mais versáteis e multiplicando os seus looks.

E lembre-se! É um guarda-roupa funcional. Então, se você prefere saias a calças, e se o seu dia a dia permite isso, invista mais em saias, sem nenhum problema. A inteligência visual é tão importante quanto a inteligência intelectual ou emocional. Analise o que funciona na sua rotina, o que valoriza seu corpo, que te agrade e adeque isso a suas escolhas.

A manutenção desse armário inteligente é mais fácil e barata, pois você precisará renová-lo com a frequência de duas vezes ao ano ou menos, apenas as peças de tendências. Criar a sua melhor versão depende apenas de você.

 

Publicidade
Publicidade
Publicidade
Comentários