Liberte-se dos padrões!

Bianca Ladeia / 13/05/2018 - 06h00

Quando falamos em criação e gestão de imagem, uma das maiores preocupações das pessoas é: vou virar um personagem e ter que sustentar figurinos que não têm nada a ver comigo? Claro que não. Muito pelo contrário.

O processo de consultoria de imagem é muito distinto da consultoria de moda exatamente nesse ponto. Em uma gestão de imagem, a roupa é a cereja do bolo. O processo é voltado para o autoconhecimento e autodesenvolvimento, trabalhando segurança, autoestima e autonomia na hora de se vestir e se portar no meio social.

Não existem padrões ou certo e errado no estilo escolhido por cada um. A partir do momento que a imagem criada e projetada não está dificultando, atrapalhando ou fechando portas para o indivíduo, ele pode se vestir da forma como se sentir confortável e adequado.

O que precisa sempre ser respeitado são os códigos de vestimentas de cada ambiente. Em determinados momentos, devemos, sim, deixar o nosso estilo pessoal um pouco de lado e se enquadrar no DressCode da ocasião.

Na consultoria de imagem, um estudo muito detalhado e personalizado é feito sobre cada pessoa. Sua idade, trabalho, preferências pessoais, estilo de vida, lugares que frequenta, pessoas com quem convive e, principalmente, o momento que está na vida e aonde quer chegar. A nossa imagem deve acompanhar e evoluir de acordo com as fases da nossa vida, para que seja coerente com quem a pessoa é, e quem ela demonstra ser.

Outro ponto decisivo é se conhecer muito bem. Todos precisam entender as proporções do corpo para identificar o que valoriza e desvaloriza a silhueta. Infelizmente, não é tudo de que gostamos que podemos usar. A análise corporal é fundamental nesse processo.

As proporções faciais, estudadas na análise facial, são importantes também para identificação do melhor corte de cabelo, formato de armação de óculos, acessórios e maquiagem adequados para as características da face. Completando com a necessidade de escolha certa de cores que contrastam perfeitamente com cada tom de pele, que são estudadas na análise cromática.

Se conhecer a fundo é o pilar de mudança de mindset, para que as pessoas possam usar de fato e de forma correta o poder da imagem e a inteligência visual, facilitando o dia a dia e as relações pessoais e profissionais.

 

Publicidade
Publicidade
Publicidade
Comentários