Caminho da cela

Coluna Esplanada / 10/02/2018 - 12h00

Lula da Silva fará uma agenda curiosa que pode levá-lo voluntariamente direto para a cela da cadeia. Ele inicia no próximo dia 27 uma caravana por cidades do Sul do país, começando por Santana do Livramento (RS), passando por 14 municípios e terminando em Curitiba, em março, onde fará comício na região da “Boca maldita”. Condenado e com pena aumentada em segunda instância no caso do tríplex, o ex-presidente vê mínimas as chances de reverter a situação nos embargos, e já espera a prisão, que pode ocorrer até abril. Na caravana sulista, quer reforçar a tese de que é um perseguido político.

Escrete
Na caravana, petistas vão acompanhar Lula, como a senadora Gleisi Hoffmann, a ex-presidente Dilma, a deputada Maria do Rosário e o ex-governador gaúcho Olívio Dutra.
 
Será que vai?
Não há notícia, até agora, de participação do ex-ministro e ex-governador Tarso Genro.
 
Tentando
Prefeito de Manaus, Arthur Virgílio distribuiu por whatsApp ontem pesquisa nacional que o mostra com 27% da preferência dos votos. Mas entre tucanos.
 
Bloco na porta?
O presidenciável do PDT Ciro Gomes passará o Carnaval em casa, em Fortaleza, com a família. Precisa se recuperar da cirurgia de desvio do septo nasal, que realizou há dias. Após os feriados, voltará a viajar, com palestras agendadas. Ciro já brigou com manifestantes na porta, numa madrugada. A turma do barulho deve passar ali de novo.
 
Plano C
A próximos, o deputado Alex Canziani (PTB-PR) diz estar “pronto para a missão” caso seja indicado pela bancada para o comando do Ministério do Trabalho. Seria o plano “C” da legenda - depois do veto do deputado Pedro Fernandes (MA) pelo ex-presidente José Sarney (MDB) e de Cristiane Brasil ser sucessivamente barrada pela Justiça.
 
MMA Senado
Os senadores Lindbergh Farias (PT-RJ) e José Medeiros (Pode-MT) estão prestes a chegar às vias de fato. “Menino birrento”, costuma repetir Medeiros sobre petista que, em embate recente no plenário, taxou o senador do Mato Grosso de “ignorante”.
 
Ponto G, de Greve
Metalúrgicos do ABC aprovaram e a greve da categoria contra a reforma da Previdência começa dia 19, um dia antes da data prevista para a votação da proposta na Câmara.
 
Mais amor..
O bloco Porão do Dops, proibido pela Justiça de desfilar em SP, se intitula o “maior bloco anticomunista do país” e já vinha sendo monitorado pelo Ministério Público.


..Menos dor
Dois deputados do PCdoB, o federal Orlando Silva e a estadual Leci Brandão, ingressaram com ações contra os organizadores do bloco por apologia ao crime.

BBB..
O novo presidente do TSE, ministro Luiz Fux, diz que o ideal é ter uma auditoria em tempo real nas urnas eletrônicas no dia da votação para saber se o que está registrado nela é o mesmo que estará demonstrado quando ela for lacrada e os votos computados. Seria por amostragem, evidente.


..do TSE
Fux não será o presidente do Tribunal na eleição –cargo estará com a ministra Rosa Weber. Mas deixou um recado claro para o ministro Dias Toffoli, presidente do TSE na eleição de 2014, que se trancou com séquito de analistas na computação dos votos que elegeram Dilma Rousseff.


Bunker
Em café da manhã com jornalistas, o ministro Luiz Fux, recém-empossado presidente do TSE, foi criticado por um repórter por não permitir imagens no local do encontro.

Ponto Final
“Tentar tumultuar o processo e exigir presença de Lula na eleição é mais uma grande contribuição negativa do PT ao processo político”
Do deputado Ademar Traiano, vice-presidente do PSDB do Paraná

 

Publicidade
Publicidade
Publicidade
Comentários