Chapa quente

Coluna Esplanada / 03/03/2018 - 12h00

Os mineradores e industriais do setor de aço do Brasil querem levar os Estados Unidos ao ‘banco dos réus’ na Organização Mundial do Comércio - comandada com total imparcialidade pelo brasileiro Roberto Azevedo - diante da decisão do falastrão presidente Donald Trump de sobretaxar a importação do aço brasileiro em 25% nos EUA, grande consumidor do produto. O governo de Michel Temer acaba de desonerar por 40 anos as petroleiras - algumas delas americanas - na importação de plataformas e equipamentos (com aço processado) para exploração no pré-sal. 

 

Pá no ferro
Enquanto os EUA taxam o aço brasileiro, há uma leva forte de suíços e suecos investindo na mineração e em terras em Niquelândia (GO), desde ano passado.

Wagner na lista
Jaques Wagner continua o plano B do PT para disputar o Planalto. Petistas cravam que só é investigado, não tem processo no TRE, não é ficha suja e por lei pode se candidatar

Acarajé na urna
Um lembrete: quando disputou para governador na Bahia, Wagner tinha 2% das intenções a três meses da eleição; virou o jogo e foi eleito no 1º turno.

Ex x Valdemar
Nesse processo em que a Justiça dos EUA proibiu o ex-deputado Valdemar da Costa Neto de entrar no país há, no bojo, o divórcio mal resolvido dele com a socialite Maria Christina Caldeira, que pede divisão de bens. Ela avisa que quer detonar esquemas dele.

Meteoro 
O advogado Tulio Gadelha, namorado da apresentadora Fátima Bernardes, será anunciado coordenador da campanha de Ciro Gomes (PDT) à Presidência na quinta-feira, quando Ciro lançará a pré-candidatura. Túlio será candidato a deputado federal por Pernambuco.

Calendário Maia
O presidente da Câmara, Rodrigo Maia, pediu à Associação Comercial do Rio para adiar para abril a homenagem que iria receber nesta segunda. Maia quer chegar ao evento já como pré-candidato ao Planalto pelo DEM e fazer discurso como tal.

Colete eleitoral
Até lá, Maia terá sua agenda da semana que vem tomada pelo assunto Segurança Pública no Rio, e não deve sair de Brasília nem neste fim de semana.

Barbosa in cash 
Boa parte do PSB desistiu de assediar o ex-ministro do STF Joaquim Barbosa para ser o candidato a presidente. Aliás, Barbosa vai bem. Cobra até R$ 80 mil por palestra. 

Que bagulho é esse?
Na reunião do Conselho Nacional de Políticas sobre Drogas no Ministério da Justiça, na quinta-feira, uma representante do Conselho Federal de Assistentes Sociais soltou essa: “Ninguém fala dos agrotóxicos nos pés de maconha”. Está entendendo muito. 

Saia justa
Aliás, na reunião, duas representantes - do Conselho de Psicologia e da Assistência Social - deixaram a mesa contrariadas, causando constrangimento, tão logo o CONAD aprovou a proposta do ministro Osmar Terra sobre a política antidrogas. 
 

Sem legalização
Ficou decidida a posição do governo de não legalizar drogas (mesmo para tratamento de saúde); aprovação do conceito de abstinência em tratamento para viciados; inclusão de comunidade terapêutica em lugar de instituição social de acolhimento

Jab do Popó 
Amigo do pugilista baiano Acelino Freitas, Antônio Pitanga vai fazer o papel de um professor de boxe no seriado sobre Popó, que será exibido pela TNT e terá como diretores Walter Salles e Sérgio Machado. No elenco, também estão Daniel Rocha, no papel do protagonista, e Wagner Moura, que viverá o irmão do lutador. 

Publicidade
Publicidade
Publicidade
Comentários