Negócio eleitoral

Coluna Esplanada / 11/11/2017 - 12h00

É um grande negócio ser “dono” de um partido no Brasil – e isso explica a lista de mais de 30 na fila no Tribunal Superior Eleitoral: sem nenhum congressista em Brasília – nem senador ou deputado – 10 partidos vão receber ano que vem (ano de eleição) R$ 971.429 cada, do fundo partidário. É dinheiro público reservado por lei às legendas. Boa parte dessa grana é investida, na maioria deles, em custo de pessoal, “viagens de trabalho”, hospedagens e “estudos” das fundações que, também por lei, são obrigados a manter na composição administrativa. São eles: PRP, PSDC, PMN, PRTB, PSTU, PPL, PCB, PCO, NOVO e PMB.

Hein!?
O PMB, Partido da Mulher Brasileira, até poucos meses atrás tinha um homem como único deputado federal. O que lhe garantiu uma fatia a mais, este ano.

Um faz diferença
Por ter apenas um senador – embora não tenha deputados federais – o PTC se livrou da lista supracitada, da casa dos R$ 900 mil, e pulou para R$ 4,19 milhão em 2018.

Lavajatiano$
PMDB (R$ 232 milhões), PT (217 milhões), PSDB (R$ 191 milhões) e PP (R$ 130 milhões) lideram a lista, com filiados cercados pela PF e Justiça.

Revoada
Tucanos do interior afirmam que o senador Aécio Neves se queimou de vez no incêndio que provocou no ninho tucano, e que as respostas vão aparecer nos resultados das convenções estaduais, como sinal de fumaça para ele.


Perdeu, tucano
Das pastas mais visitadas por prefeitos, o Ministério das Cidades, com obras de saneamento e comando do Minha Casa, deve sair do PSDB para um partido do Centrão.

Mais um
O PP, proporcionalmente a bancada mais fiel ao presidente Temer na Câmara hoje, vai ganhar mais um ministério.

A ver navios
Para atender o PRB, o presidente Temer, quando assumiu, transferiu a Secretaria da Pesca do Ministério da Agricultura para o Ministério da Indústria e Comércio Exterior. Mas desde o último dia 1º (Lei nº 13.502) a Secretaria foi pescada para o Palácio do Planalto. Não há telefone de contato, e-mail ou servidor disponível.

Estaduai$
Segue o esforço dos estados para salvar suas loterias diante da proposta da Lotex de dar exclusividade a empresa privada em todo o País. O representante da Loterj, Paulo Horn, visitou o senador Benedito de Lira (PP-AL) e pediu voto a favor do PLS 186/2014, que legaliza os bingos e cassinos. É que uma emenda do senador Lindbergh (PT-RJ) salva as loterias estaduais da mordida da Lotex.

É do povão!
O Ministério do Esporte e a Autoridade de Governança do Legado Olímpico (AGLO) vão abrir as portas da Arena 1 hoje e amanhã gratuitamente ao público. Será a etapa do Abu Dhabi Grand Slam Jiu-Jitsu World Tour, no Parque Olímpico.

É do povão! 2
A AGLO inaugura hoje a primeira quadra de areia dentro do Parque. Haverá disputa das semifinais e finais do Mundial Militar de Vôlei de Praia. Com entrada franca.

A conferir
O que será de uma Polícia Federal cujo diretor-geral é apadrinhado de José Sarney e o vice foi candidato derrotado a deputado federal pelo PMDB em 2014?

Com Walmor Parente e Equipe DF, SP e Nordeste
reportagem@colunaesplanada.com.br

 

 

Publicidade
Publicidade
Publicidade
Comentários