Plano P (Previdência)

Coluna Esplanada / 07/05/2018 - 12h00

O Palácio do Planalto não desistiu e vai tentar aprovar a Reforma da Previdência ainda este ano. Deputados da base governista estão sendo avisados de que a campanha para aprovar a proposta voltará “com tudo” em outubro, após as eleições. Ministros palacianos fizeram chegar aos aliados também informação de que não está descartada a possibilidade de suspensão da intervenção no Rio de Janeiro para que a PEC da Previdência possa ser votada entre o final de novembro e início de dezembro.

Fatura
É aquela situação: o Palácio liberou bilhões de reais em emendas, e atendeu a interesses partidários e a cargos para apadrinhados nos redutos dos aliados. Não vai sair barato. 

Livre, leve
Ex-diretor da Odebrecht e delator na Lava Jato, Cláudio Melo dançou serelepe ao som de música dos anos 80 num bar da Asa Sul de Brasília sábado à noite.

Tucanomemória 
Ex vice de Mário Covas, cuja morte lhe abriu portas do poder, Geraldo Alckmin abriu o baú e tem revisto entrevistas e artigos do saudoso padrinho. Questão de coerência. 

MP no saldo
O Ministério Público Federal está de olho no banqueiro Nelson Pinheiro, de tradicional família cearense – citamos nas últimas colunas a suspeita de desvio de R$ 50 milhões de pelo menos dois poderosos clientes brasileiros no FBP Bank, de sua propriedade no Panamá. Até hoje, Pinheiro se esquiva de reembolsar os clientes prejudicados.

TJ no extrato
A instituição foi fechada e Pinheiro é suspeito de desaparecer com o dinheiro de investidores que confiaram economias ao banco. Já existe determinação do Tribunal de Justiça de São Paulo para liquidar os bens de Pinheiro para ressarcir clientes. A assessoria do empresário diz que ele não vai se pronunciar por processos em tramitação. 

Racha
As manifestações de caciques do PT – pró e contra a aliança com Ciro Gomes (PDT) – acentuaram o racha no partido em meio à prisão do ex-presidente Lula. O clima interno é tão tenso que a Executiva tem dificuldades de agendar data e local da próxima reunião mensal da cúpula partido. A último encontro foi realizado em 9 de abril.

Pós-prato
A retirada de carne contaminada do mercado evita gastos de mais de R$ 4 bilhões por ano em atendimento médico de pessoas infectadas, revela estudo feito pelo Sindicato Nacional dos Auditores Fiscais Federais Agropecuários.

Intoxicação
De acordo com o auditor fiscal agropecuário Ricardo Freitas, autor do estudo, nos últimos anos foram retirados de circulação mais de 1 bilhão de porções contaminadas ou com potencial para causar problemas sanitários em quem as consumisse: 

Saúde agradece
“Estima-se que, se essas porções tivessem sido consumidas, poderíamos ter em torno de 10% de manifestações clínicas relacionadas a quadros de intoxicação ou toxi-infecção alimentar”, informa o fiscal. 

Choque
Deputada Érika Kokay (PT-DF) vai representar contra o Governo de Michel Temer na PGR. Quer que o MPF investigue se houve campanha difamatória contra a Eletrobrás a fim de viabilizar a privatização, como sugerem documentos recentes nas redes sociais.

Violência
O Conselho de Comunicação Social do Congresso se reúne hoje com representares de entidades de defesa de jornalistas para debater as recentes agressões a profissionais durante cobertura de protestos políticos em São Paulo, Brasília e Curitiba. 

Aula de Amorim
Candidato do PT ao Governo do Rio – ou ao Planalto – Celso Amorim dará palestra na quarta sobre o Brasil e a política externa, no lançamento da 2ª edição de seu livro ‘Teerã, Ramalá e Doha’, na Leonardo da Vinci. Artistas confirmaram presença. 

Pelada do Chico
Chico Buarque avisou à turma do futebol do Politheama que vai aparecer pouco nas ‘peladas’ das segundas, quartas e sábados no Recreio, a partir de agosto, por causa da sua turnê. Mas há quem veja um drible para evitar holofotes e convites para palanques petistas durante a campanha. 

Publicidade
Publicidade
Publicidade
Comentários