Sempre ela$

Coluna Esplanada / 06/06/2018 - 12h00
 
À medida que as eleições se aproximam, o Palácio do Planalto acelera a liberação de recursos para deputados e senadores por meio das emendas parlamentares. A despeito do ajuste fiscal e do limite de gastos, a liberação em ritmo acelerado para as bancadas da Câmara e Senado deve superar o total de 2017: R$ 5 bilhões. Apenas nos últimos cinco meses, saíram dos cofres da União mais de R$ 3,4 bilhões para bancar emendas. 
 
 
Bancadas 
Conforme dados do Painel de Execução de Emendas (Siga Brasil), mais de R$ 9,1 bilhões foram destinados apenas para os deputados federais nos últimos anos. 
 
Ranking
As principais bancadas atendidas foram de Roraima, Rio de Janeiro, Bahia, Pernambuco, Piauí, Santa Catarina e Mato Grosso. Algo aí mudou na sua vida, leitor?
 
Até campo paga
Além de áreas sociais, o acordo entre o Governo e caminhoneiros vai retirar recursos de pesquisa e desenvolvimento de tecnologias da Embrapa. O texto da MP 839, que será analisado pelo Congresso, propõe o corte de R$ 3 milhões da empresa para compensar os gastos do acordo que inclui a redução dos tributos sobre o óleo diesel.
 
Repeteco
Em 2006 a CPI dos Correios (a do Fim do Mundo) identificou que a SLW Corretora foi suspeita de fraudar operações com o Postalis, o fundo de pensão dos servidores dos Correios, hoje com rombo bilionário descoberto pela PF. Agora em 2018, dá guarida para os fundos que foram expulsos do Banco BNY Mellon.
 
Olho neles
Esses mesmos fundos foram expulsos pelo banco de Nova York porque os parlamentares identificaram na CPI fraudes de cobrança de taxa de administração contra o Postalis. A assessoria do Postalis não respondeu. A SLW nega que tenha dado prejuízos a qualquer cliente.
 
Pela tangente
Para reverter a rejeição entre as mulheres, identificada nas pesquisas, Bolsonaro quer como vice na chapa Janaína Pascoal, a advogada do impeachment de Dilma, como vice.
 
Pegou mal
Numa palestra para empresários há meses, Bolsonaro se vangloriou de ter filhos homens, mas observou que uma deu “fraquejada” e veio.. mulher.
 
Sobrou pra você
Em estudo encaminhado à CPI dos Cartões de Crédito, a Federação Brasileira dos Bancos jura que as taxas de juros dos empréstimos e os spreads estão recuando de “forma efetiva”. No documento, a entidade coloca na conta da inadimplência o principal motivo dos elevados juros cobrados de consumidores.
 
Passou recibo
O senador Ataídes, que comanda a CPI, se reuniu com o presidente do Banco Central, Ilan Goldfajn, e ouviu do executivo, segundo conta, que as taxas são altas sim, e que o BC já estuda alternativas para baixá-las.
 
Tribo...
A Justiça Federal colocou ponto final no embate entre procuradorias da União (Ceará e Pernambuco) e a Defensoria Pública da União (DPU) ao manter a extinção de 374 cargos em comissão na Fundação Nacional do Índio (Funai) e determinar que os postos sejam ocupados por servidores públicos concursados.
 
...do concurso 
No pedido, a DPU alegara que a extinção dos cargos “prejudicaria a gestão administrativa da entidade pública e comprometeria o atendimento de indígenas”. As procuradorias rebateram o argumento ao defender que “impugnar o ato presidencial representaria uma violação do princípio da separação dos três poderes”. 
 
Tô fora
Nizan Guanaes não está orientando o presidenciável Jair Bolsonaro (PSL), e a assessoria do deputado diz que nunca ouviu falar (que isso!) “deste nome”.
 
Sempre ela$ 
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Comentários