(Re)começando depois dos 40

Cristiano Lopes / 12/08/2017 - 06h00

John F. Kennedy, ex-presidente dos Estados Unidos, é o autor da frase: “A mudança é a lei da vida. Aqueles que olham apenas para o passado ou para o presente serão esquecidos no futuro”. E este pensamento representa a história de vida do empreendedor Carlos Carmo, que depois de atuar como funcionário com carteira assinada por mais de 30 anos resolveu mudar seu rumo profissional e (re)começar depois dos 40 anos de idade, criando a Emprequali Reforma e Construção.

Carlos Antônio Carmo Silva começou a trabalhar com 13 anos de idade, quando a sua professora de Técnicas Comerciais da 7º serie perguntou se ele queria um emprego. O marido dela era gerente do Banco Mercantil do Brasil e estava precisando de um “contínuo”, cargo que tinha como pré-requisito datilografar 160 toques por minuto com até cinco erros. Carlos fez um curso de datilografia e foi aprovado no teste quando chegou aos incríveis 195 toques por minuto com apenas dois erros. Em seguida, se tornou office-boy, escriturário e caixa executivo.

Mas, não era isso que Carlos queria para a sua vida. Ele foi em busca de novos desafios e ingressou na Belgo Mineira de Sistemas no período noturno e, ao mesmo tempo, conseguiu um emprego diurno no Sebrae Minas. Percebendo que poderia crescer profissionalmente no Sebrae, Carlos cursou Administração de Empresas na PUC Minas e foi promovido de Auxiliar de Contratos para Assistente Técnico e Coordenador de Projetos.
Em 1995, Carlos Carmo atuou na Telemig Celular como Supervisor de Canais Indiretos, prestando consultoria aos dealers. Na ocasião, aprimorou seus conhecimentos cursando Especialização em Marketing na FGV. Em 1997, ingressou no Senac Minas como Agente de Negócios e se tornou Coordenador e Gerente. Novamente aproveitou a oportunidade para se qualificar e concluiu mais três cursos de especialização, nas áreas de Administração Pública, Gestão Empresarial e Gestão Ambiental. Em 2006, Carlos assumiu a gerência do SESI em Alfenas e de lá foi para Varginha.

Em 2011, Carlos voltou para Belo Horizonte e se tornou Gerente Comercial da MindQuest e, posteriormente, assumiu o mesmo cargo no IETEC. E foram essas instituições que influenciaram a mudança completa do seu percurso profissional, estimulando Carlos a iniciar o curso de Engenharia Civil na Faculdade Kennedy. O maior desafio foi a transição de carreira, pois Carlos já estava com 40 anos de idade e muita experiência nas áreas de gestão e educação, mas com expertise zero em engenharia. Então, Carlos topou ingressar como estagiário na Otero Engenharia, em Nova Lima. Durante seis meses, acompanhou obras de pequeno, médio e grande portes e conviveu com vários perfis de profissionais do segmento. Foi aí que Carlos Carmo decidiu empreender e investir no seu próprio negócio, criando a Emprequali Reforma e Construção.

A Emprequali apresenta como maior diferencial atuar na gestão e no planejamento da obra gerando economia perceptível nos custos para os clientes. A empresa pode ser acessada através do Facebook [@EMPREQUALI ]e via WhatsApp (31) 99810.0263.
Carlos Carmo deixa uma mensagem para quem deseja empreender no Brasil “o que não te desafia, não te transforma”, e complementa “persista, faça e aconteça!”. #ficaadicadoCarlosCarmo #EmpreQuali

 

Publicidade
Publicidade
Publicidade
Comentários