Armadilha virtual

Editorial / 06/04/2018 - 06h00

Com 120 milhões de usuários ativos, o WhatsApp tornou-se campo fértil para armadilhas. Fraudadores compartilham mensagens em que oferecem cupons de desconto, promoções e vagas de emprego, tudo com intuito de roubar dados pessoais das pessoas durante as conversas. Desta vez um golpe tenta pegar os torcedores do futebol. Nos últimos dias, mensagens circulam no aplicativo oferecendo um álbum da Copa do Mundo 2018 com 100 figurinhas como prêmio, mas para ganhá-lo é preciso acessar um link, que leva a uma página de cadastro falsa.

A finalidade da “pegadinha” é de roubar informações pessoais das vítimas. Entre os dados “levados” pelos ladrões, estão agendas telefônicas, dados de amigos do Facebook e até documentos como CPF. Mas o perigo anda solto no mundo virtual, e não é de hoje. Desde os anos 1990, quando a internet se popularizou, há casos de crianças aliciadas por pedófilos, roubo de dados bancários por hackers, perseguições e assédios no mundo virtual. Delegacias especializadas foram criadas para investigar os criminosos, além de leis prevendo punição, mas não há limite para os ladrões. 

Usuários, por sua vez, na tentativa de se proteger, apelam para tecnologias que impedem o ataque de hackers, no entanto a proteção deve começar pelo próprio comportamento de quem usa um computador ou um celular. Assim como no mundo real, em que diariamente nos cercamos de medidas de proteção, como estar sempre vigilantes nas ruas, o ideal é mantermos uma postura defensiva ao usar e-mail, visitar sites e redes sociais. Desconfiar é sempre bom, sobretudo antes de clicar em qualquer página desconhecida. 

Grande parte das pessoas, na ânsia de levar vantagens também, como ganhar uma viagem, conseguir um emprego ou um prêmio, como o álbum de figurinhas, caem fácil no golpe. A internet trouxe vários benefícios, como a facilidade de comunicação entre pessoas de diferentes partes do mundo, além de levar informações de forma ágil, mas por outro lado colocou “todo o mundo” exposto numa rede, que tem perigos também. E nesse planeta virtual cabe a nós, usuários, nos cercarmos de cuidados todos os dias.
 

 

 

 

 

 

 

 

 

Publicidade
Publicidade
Publicidade
Comentários