Carros com som alto barrados no baile

Editorial / 09/02/2018 - 06h00

Nada de funk, rap ou outro estilo musical ouvidos de toda altura durante os dias de Carnaval na capital mineira. A Polícia Militar não vai permitir a execução desses gêneros musicais e demais canções em carros não cadastrados para desfilar com bloquinhos no Carnaval de Belo Horizonte. Muito comuns especialmente após o fim dos blocos, os automóveis parados nas ruas ou avenidas com potentes aparelhos de som serão proibidos durante a festa de Momo na cidade.

O Centro de Operações de Belo Horizonte (COP-BH) localizado no bairro Buritis, região Oeste da capital, vai monitorar a folia por meio de câmeras espalhadas pela cidade. Assim que um veículo com música em volume alto a ponto de perturbar o sossego alheio for identificado, a informação será repassada à Guarda Municipal e aos demais agentes de fiscalização das forças de segurança.

Quem insistir na prática desagradável aos ouvidos estará sujeito a pagamento de multa e pode ser penalizado. E se preciso for, o carro será rebocado. Vale lembrar que, desde o fim de 2016, o som automotivo, escutado do lado de fora do veículo, é proibido, conforme prevê uma resolução do Conselho Nacional de Trânsito (Contran).

A regra dispensa aquele aparelhinho para medir decibéis. Basta o bom senso e a percepção de guardas municipais, policiais militares e agentes da BHTrans. A infração é considerada grave, com multa de R$ 195 e perda de cinco pontos na carteira de habilitação. Se a pessoa inconveniente ainda se negar a reduzir o volume, pode ser encaminhada para a delegacia acusada de crime de desobediência.

E nada de ficar com o carro de som ligado até de madrugada. Os horários para desligamento dos potentes equipamentos são combinados previamente com os organizadores dos blocos. A Prefeitura de Belo Horizonte até permitirá que a Lei do Silêncio seja flexibilizada durante o Carnaval. Mas os blocos devem ser pontuais e colocar um ponto final na festa exatamente na hora combinada.

 

Publicidade
Publicidade
Publicidade
Comentários