Chuva deixa rastro de destruição em BH

Editorial / 03/10/2017 - 06h00

A chuva que caiu hoje sobre  Belo Horizonte deu uma pista do que pode estar por vir no mês que mal acabou de começar. Apesar de rápida e com pouca água – foram dez minutos de duração e máximo de 14 milímetros –, os estragos foram grandes. Alguns, irreparáveis. Um taxista, de 36 anos, teve o carro esmagado por uma palmeira de aproximadamente 15 metros e morreu. O acidente aconteceu na esquina da rua Timbiras com a avenida João Pinheiro, na região central da cidade. A árvore ainda derrubou um poste e atingiu outros dois veículos. 

Com base em vistoria realizada por técnicos da Secretaria Municipal de Meio Ambiente, a prefeitura informou que a árvore que caiu na rua Timbiras, matando o taxista, se encontrava saudável, sem nenhum sintoma que levasse à indicação de sua supressão. A palmeira da espécie Caryota urens caiu em decorrência dos fortes ventos que atingiram a cidade durante o temporal no início da tarde de ontem. 

De acordo com a Defesa Civil, as rajadas de ventos passaram dos 60 quilômetros por hora na região Central, podendo ter atingido a velocidade de cerca de 85 quilômetros por hora no local onde ocorreu a fatalidade. Em geral, ventos a partir de 50 quilômetros já representam riscos para árvores e outros tipos de elementos urbanos.

Outra queda ocorrida no mesmo momento, na Praça 7, de uma árvore da espécie Ficus microcarpa, teria sido também motivada pelos fortes ventos. 

Além de árvores caídas, o rastro de destruição incluiu granizo, postes derrubados, destelhamentos e falta de energia elétrica. E os belo-horizontinos devem ficar atentos. Segundo a meteorologia, o tempo permanece instável com chance de mais chuvas fortes. 

O Corpo de Bombeiros alerta que o mais importante é estar atento às condições do tempo e evitar se expor ao perigo. A dica é fugir de pontos de alagamento e jamais seguir com o carro se a água passar da metade da roda. O melhor mesmo é tentar se abrigar em um local seguro. 

 

 

Publicidade
Publicidade
Publicidade
Comentários