FISCALIZAÇAO E EFETIVIDADE DO MANDATO

Irlan Melo / 02/04/2018 - 06h00


Fiscalização é algo presente e constante em tudo que se faz, especialmente no mandato de um vereador. Desde janeiro deste ano tenho visitado todas as unidades de postos de saúde da região oeste de BH. A intenção é conhecer a real situação que se encontram as mesmas, bem como as condições de trabalho que os servidores possuem. 

No último dia 16 de março, visitei o Centro de Saúde Cabana. Fiquei perplexo diante do que me deparei. No posto que atende uma região de 21 mil pessoas junto aos bairros Nova Gameleira, Cabana, Jardinópolis, Patrocínio e Imbaúbas, observei condições terríveis, insalubres e desumanas para os usuários que ali frequentam.

Em conversa com a gerente do local, fui informado que o posto possui seis equipes de saúde, compostas por um médico clínico, um médico ginecologista, seis enfermeiros, três cirurgiões dentistas, dois médicos pediatras, um psicólogo, 17 técnicos em enfermagem, três auxiliares de saúde bucal, um técnico em higiene bucal, uma médica nutricionista, uma terapeuta ocupacional e um fonoaudiólogo. 

Além das inúmeras irregularidades do local, como a falta de acessibilidade, ventilação, má acomodação dos usuários, dentre outros, o que mais me chamou atenção foi o fato de a comunidade ter conquistado no orçamento participativo a construção de uma nova unidade do centro de saúde. O mais surreal é que a nova unidade será construída no antigo local onde o posto estava e que havia sido demolido para sua reconstrução, o que jamais acontecerá.

Com esta informação ouvi das lideranças locais vários relatos e a principal reclamação é de que faltava “vontade política” para que o posto pudesse ser realmente concretizado. Agradeci os esclarecimentos e de imediato enviei ofício ao Executivo para solicitar providências acerca de todos os males que detectamos e que o centro de saúde necessita com urgência. 

Entrei em contato com o prefeito Alexandre Kalil solicitando a imediata construção do posto para atender aquela comunidade. No dia 21 de março último, estive com o secretário de Saúde, Jackson Machado, onde também cobrei uma posição sobre a construção da unidade.

No dia 23 de março, no plenário da Câmara Municipal, diante de nosso prefeito, após indagá-lo sobre o posto de saúde, fiquei emocionalmente engrandecido, uma vez que o mesmo concordou com o levantamento feito em nossa visita técnica e anunciou o início das obras de construção do posto para os próximos 60 dias.
Fazer a diferença, essa é minha função, minha missão e para isso é que fui eleito, para fazer direito, fazer com respeito, pela justiça e por seus direitos. Por mais que seja incompreendido ante a imagem dos políticos do passado, seguiremos neste caminho. 

E estando focado no trabalho durante os quatro anos do nosso mandato. Sigo indo onde for chamado, desejando ouvir e ser a ponte que interliga e o elo que fortalece às necessidades 


 

 

Publicidade
Publicidade
Publicidade
Comentários