Esperar pra quê?

Postado em 07/10/2013 11h23
Diante dos reiterados atrasos na conclusão da obra, é importante que os compradores adotem medidas imediatas para evitar que o problema se agrave. Mesmo não tendo a construtora iniciado a obra ou estando com o cronograma atrasado, há comprador que só toma alguma providência após o término do prazo...

Ser juiz não é nada fácil

Postado em 30/09/2013 06h37
Dentre os cargos públicos um dos concursos mais cobiçados é o de ingresso à magistratura, seja pelo salário, pelo status social, pelo poder inerente ao ofício ou segurança. Vemos a maioria dos estudantes de Direito deixando de lado a ideia de advogar para tentar passar num concurso.   Porém, o...

Indenização por danos

Postado em 23/09/2013 06h57
Quando alguém opta por adquirir um apartamento, sala ou loja, este passa a ter uma propriedade sujeita a regras que regulamentam o uso das áreas comuns (portaria, corredores, escadas, o solo, a rede geral de distribuição de água, esgoto, eletricidade, calefação, refrigeração, gás, telhado etc.),...

Saber comprar é uma arte

Postado em 16/09/2013 17h03
Adquirir um imóvel não é tarefa simples. Um descuido e os prejuízos podem ser grandes. Quanto aos recentes lançamentos de hotéis abertos para investidores individuais, vemos que a maioria dos compradores entrou no negócio pela primeira vez, sem saber exatamente dos riscos, até mesmo por não...

Procurador no condomínio

Postado em 09/09/2013 06h45
A velocidade com que as coisas acontecem na vida das pessoas faz com que as 24 horas de um dia sejam pouco para se cumprir todos os compromissos. Isso impõe a necessidade, muitas vezes, de solicitarmos a alguém que faça algo em nosso nome. Como é impossível estarmos em mais de um lugar ao mesmo...

O síndico e a prestação de contas

Postado em 02/09/2013 07h02
O dinheiro do caixa, do fundo de reserva e da taxa extra pertence a todos os condôminos, tendo qualquer um o direito de verificar onde e como estão sendo aplicados tais recursos. Constitui abuso e falta de respeito a atitude do síndico de recusar-se a prestar contas de forma clara e transparente,...

Para que serve um contrato?

Postado em 26/08/2013 06h46
A falta de preocupação na redação dos contratos é tamanha que parece serem feitos apenas como peça figurativa, somente para dizer que houve um entendimento entre duas partes, sobre um objeto qualquer, o qual rotineiramente é mal descrito. Vemos milhares de processos sendo propostos para que o juiz,...

Desapropriação

Postado em 19/08/2013 06h23
A Constituição Federal prevê o dever do Poder Público pagar à pessoa desapropriada uma indenização prévia, justa e em dinheiro quando esta tem sua propriedade tomada para atender uma utilidade pública ou interesse social. Mas na prática vemos procedimentos que pressionam o proprietário do imóvel...

Inveja, o combustível do fracassado

Postado em 12/08/2013 06h21
Em um mundo consumista e competitivo consiste um desafio conviver com determinadas pessoas em um condomínio, no trabalho, em uma entidade, onde alguns não sabem disputar ou respeitar o próximo. Se o invejoso fosse facilmente identificável, ninguém se arriscaria a morar no mesmo edifício, já que...

Quem não pode ser síndico

Postado em 05/08/2013 06h35
Eleger alguém como síndico exige vários cuidados, pois caso sejam ignoradas algumas situações, poderá a eleição ser anulada ou o condomínio ter problemas em decorrência de uma gestão irregular. O ideal é que o síndico seja um condômino, pois com o seu patrimônio envolvido será estimulado a agir com...

Investir em que tipo de imóvel?

Postado em 29/07/2013 11h40
De 2007 a 2011, os imóveis se valorizaram de maneira expressiva, mas, diante da incompetência do governo, que ficou evidente a partir das manifestações nas ruas, o cenário tende a se complicar. Há um recuo nos investimentos, especialmente estrangeiros, que impõe atitude séria e digna do governo, o...

Dá lucro enrolar comprador

Postado em 22/07/2013 13h16
É interessante constatar o vício de construtoras se recusarem a consertar de forma definitiva os vícios de construção dos edifícios que deveriam permanecer, no mínimo, cinco anos sem problemas, ou seja, livres de vazamentos, infiltrações, descolamento de pedras e cerâmicas das fachadas. Muitas...