Biblioteca a céu aberto

Professor Wendel / 22/01/2018 - 06h00

A vida política nos possibilita oportunidades de conhecer pessoas, comunidades que realizam importantes projetos em prol do bem comum. Por isso, estarei sempre divulgando neste espaço estes projetos e sua contribuição para o desenvolvimento das comunidades. Neste artigo, abordo sobre o Projeto “Santa Leitura - Uma Biblioteca a Céu Aberto”, idealizado pela artista plástica Estella Cruzmel. O projeto surgiu em 2010, quando Estella decidiu transformar o fundo de uma loja de moda feminina que possuía no bairro Ipiranga numa pequena biblioteca para as clientes. No início se chamava Cantinho do Livro e tinha pouco mais de 50 obras. Em 2013, Estella decidiu expandir o projeto, que já recebia muitas doações de livros, para a Praça Duque de Caxias. O projeto fez o maior sucesso e hoje, com mais de 6 mil livros, ele se estendeu para a Vila São Rafael, como uma biblioteca comunitária, os bairros Taquaril (Igreja Sagrada Família), Floresta (Praça Salvador Morici, ao lado da Igreja Nossa Senhora das Dores), Pampulha (Praça Dino Tardielli, atrás da Igreja São Francisco) e o projeto já chegou também à Carolina do Sul, nos EUA.

O projeto tem estimulado muito a leitura nos locais onde é realizado. No bairro Floresta, por exemplo, todos os dias são colocados livros, revistas e jornais nos bancos da praça, que é cuidada por Stella e amigas, e dezenas de pessoas do bairro vão até lá para ler e bater um papo. Esta dinâmica se repete em vários locais e tem contribuído muito para o crescimento das pessoas, principalmente aquelas que habitam áreas de maior vulnerabilidade social. Um projeto que proporciona várias faces: estímulo à leitura, cuidados com o local onde é realizado e oportunidade de maior integração social. 

Realmente, o ato de ler pode fornecer ao leitor o acesso às informações, à ampliação do vocabulário, o desenvolvimento da criticidade e o interesse na busca pelo conhecimento sobre assuntos variados que, além de instigar o leitor a pensar criticamente sobre diversas questões, pode impulsionar suas relações sociais.

Consequentemente através de uma leitura informativa e formativa, o indivíduo poderá aprimorar a escrita, desenvolvendo-a com mais coesão e conhecimento científico, cultural, entre outros, e composta por informações pertinentes a um determinado assunto. Por isso, este Projeto “Santa Leitura - Uma Biblioteca a Céu Aberto”, que recebeu o Prêmio “Leitura do Bem”, merece toda nossa admiração, pois se trata de um trabalho voluntário e inteiramente voltado para o bem comum.
 

 

Publicidade
Publicidade
Publicidade
Comentários