“VEM PRA CAMPANHA!

Professor Wendel / 08/01/2018 - 12h46

Na última quinta-feira, 4 de janeiro, participei do lançamento da 44ª Campanha de Popularização do Teatro e da Dança em Belo Horizonte, realizada pelo Sinparc - Sindicato dos Produtores de Artes Cênicas de Minas Gerais, presidido pelo competente Rômulo Duque. Apaixonado pela cultura e formado em Artes Cênicas pela UFMG, fiquei feliz em ver mais uma vez a realização desta importante campanha para as artes e a cultura em nossa capital. Por isso, como vereador de BH, sou autor do Projeto que originou a Lei 11.060/2017, que dispõe sobre a oficialização da Campanha de Popularização do Teatro e da Dança de Belo Horizonte. Com isso, ressaltamos a relevância deste evento, o destaque e atenção que ele merece do poder público municipal.

Realmente, a Campanha de Popularização do Teatro é muito relevante. Ela representa a maior maratona cultural de artes de Minas Gerais, que levará ao público 132 espetáculos, sendo 54 inéditos. Serão exibidas 15 apresentações de dança, 29 peças infantis e 88 voltadas para o público adulto. Esta 44ª edição da Campanha tem como tema “Vem pra Campanha!”, pois o principal propósito é promover o acesso do público a preços populares. Esta Campanha também vai acontecer nas cidades de Betim, Juiz de Fora, Nova Lima e Sete Lagoas. Deve-se ressaltar ainda que pensando na difusão da cultura para todos, algumas peças têm acessibilidade física, visual e auditiva para os públicos infantil e adulto. Além das peças teatrais, uma palestra sobre a importância social do teatro será oferecida em fevereiro. Iniciativas importantes no sentido de democratizar cada vez mais os espetáculos artísticos para a população.

Esta democratização é relevante porque o teatro e a dança fazem parte do cotidiano do ser humano desde os primórdios da civilização. O humano primitivo caçava e era selvagem, por isso sentia necessidade de dominar a natureza. Nessas necessidades surgem o desenho e o teatro na sua forma primitiva. O teatro primitivo eram danças dramáticas coletivas que tratavam do seu dia a dia, uma espécie de ritual de celebração, agradecimento ou perda. Portanto, teatro e dança são formas de expressão social e política do ser humano, para além da arte ou do entretenimento. Os textos e as encenações são reflexos de formas de pensamento, épocas e vivências sociais e retratam um período ou uma sociedade. Por toda esta importância social e cultural para as comunidades, a política tem que apoiar campanhas como esta e lutar por sua ampliação para diversas comunidades.

 

Publicidade
Publicidade
Publicidade
Comentários