"Vereador na escola": cidadania e política

Professor Wendel / 15/01/2018 - 06h00

No início do meu primeiro mandato criei o Projeto “Vereador na Escola”, que consiste na realização de palestras sobre Cidadania e Política, e já estive em cerca de 150 unidades de ensino com mais de 15 mil alunos participantes. Confesso que este é um projeto que me traz muita alegria, porque percebo o quanto podemos contribuir para o processo de conscientização e participação da vida em sociedade. Afinal, cidadania e política são dois conceitos que se cruzam, se complementam e interferem diretamente no cotidiano das pessoas.

Segundo estudiosos do assunto, a palavra política está sustentada por uma expressão grega “polis”, que quer dizer cidade, e a palavra cidadania se fundamenta em um termo latino correlato “civitatem”. Esses dois vocábulos nos remetem à vida em sociedade, com suas ações e atuações de direitos e deveres. Portanto, a escola trabalha a cidadania, mas deve trabalhar a política, que está a ela associada. Ao estudarmos a cidadania devemos estudar também a política, dentro de um processo democrático. A escola tem função primordialmente social e quando a política se vincula à cidadania, elas se reinventam.

Quando falamos em política na escola não queremos dizer política partidária, pois esta deve ser estabelecida em espaços e ambientes adequados. A escola é o ambiente propício no significado abrangente de atentar à qualidade ao bem comum do cidadão, da coletividade e da comunidade. 

Por isso, nas palestras que faço para os jovens, reforço principalmente os conceitos em torno de educação, cidadania e política. Porque educar politicamente para a cidadania é principalmente educar um sujeito participativo para ser um sujeito crítico, no sentido de coparticipante da democracia. Essa é a verdadeira educação para uma nova cidadania, que é uma postura que precisa ser estimulada. Os direitos e deveres civis e políticos devem ser trabalhados por meio de valores éticos. É necessário compatibilizar cidadania, política e diversidade, através de princípios éticos. Educar é uma ação que propõe a convivência social, a cidadania e a tomada de consciência política, fazendo de cada sujeito um autor de transformação social.

Durante as palestras, percebemos que a maioria dos nossos jovens não compreendem a política em seu sentido de cuidar da vida coletiva e da sociedade. Por isso, quero ampliar cada vez mais este projeto, porque acredito que o espaço da escola é o ambiente adequado para a formação e informação para a aprendizagem de práticas na vida pública.

 

 

Publicidade
Publicidade
Publicidade
Comentários