Vereador no bairro solidifica compromisso com comunidades

Professor Wendel / 24/07/2017 - 06h00

Desde que fui eleito para meu primeiro mandato de vereador, em 2012, entre os compromissos que assumi com os eleitores consta: ser um interlocutor entre as comunidades e o poder público. Por isso, criei o Projeto Vereador no Bairro, que na primeira versão, cada dia instalava um trailer na praça de um bairro com objetivo de ouvir diretamente as comunidades. Assim, realizamos mais de 500 visitas, com mais de 800 demandas recebidas e mais de 400 atendidas e 100% dos pedidos respondidos. 

O projeto foi interrompido em 2016, para que não fosse confundido com campanha eleitoral. Fui reeleito com cerca de 13.277 votos, sendo o segundo mais votado em Belo Horizonte. E tão logo iniciamos o segundo mandato, pessoas de várias comunidades cobraram com insistência o retorno do Projeto Vereador no Bairro. Agora, em sua segunda versão, o projeto retornou com mais um reforço. Além da instalação e atendimento no trailer em uma praça, circulamos pelas ruas do bairro para ouvir o maior número possível de pessoas. Já realizamos centenas de visitas e recebemos muitas demandas, que são devidamente encaminhadas aos órgãos municipais. Já temos solicitações atendidas, como a eliminação do lixão na rua General Osório, no Alto Vera Cruz, o retorno e término da obra no Córrego Ressaca, no bairro Santa Terezinha e outras.

Belo Horizonte é uma cidade que abriga uma população de mais de 2,5 milhões habitantes, com uma geografia diversificada, com morros e baixadas e naturalmente com diferenças sociais, culturais e econômicas entre as Regionais. Com o Projeto Vereador no Bairro tenho aprendido muito sobre cada região da cidade e percebido que embora muitas demandas sejam comuns, existem algumas que se destacam mais em uma região. Tem localidades que a principal demanda é a segurança, mas em outras predominam o reforço em projetos sociais, o atendimento à saúde pública, dentre outras. 

O Projeto também tem reforçado em mim a responsabilidade de ser um representante da sociedade. A cidade é onde as pessoas moram, criam suas famílias, trabalham e se divertem e os vereadores devem entender as demandas das diferentes classes e comunidades existentes na cidade. Como estamos mais próximos da população, muitas vezes temos que servir como canalizadores de reclamações para o poder público. Assim, o Projeto Vereador no Bairro solidifica meu compromisso de ser um interlocutor das comunidades. 

 

 

Publicidade
Publicidade
Publicidade
Comentários