Peço licença, mas hoje preciso falar de mim!

Postado em 18/05/2017 06h00
Faz dez anos que levo assuntos comportamentais para as mídias: jornal, rádios e revistas. E nesse período sempre mantive canal aberto com o público. À medida em que as pessoas se identificavam com o que eu escrevia ou falava, a troca de informações ia acontecendo. E assim foi. Ao longo do tempo...

A influência da mãe nas escolhas afetivas

Postado em 11/05/2017 06h00
O útero materno, também conhecido como “paraíso perdido”, é um lugar onde nos sentimos totalmente acolhidos. Recebemos alimento, aconchego, temperatura agradável, permanecemos em total harmonia, paz e tranquilidade. Na vida intrauterina nos sentimos completos e plenos. A fusão mãe e filho é a total...

Por que o Brasil é o país com mais pessoas ansiosas?

Postado em 04/05/2017 12h07
A Organização Mundial da Saúde (OMS) divulgou recentemente um estudo mostrando que 264 milhões de pessoas sofrem de ansiedade em todo o mundo. Contudo, um dado curioso foi que o Brasil aparece como o primeiro país neste ranking dos transtornos de ansiedade. Mais de 18 milhões de brasileiros sofrem...

O que seu ex parceiro tem a dizer sobre você?

Postado em 27/04/2017 06h00
Se tem algo que os parceiros sabem é o jeito de ser um do outro. Com o tempo, o comportamento vai se revelando e as pessoas se mostrando tal qual como são. Poucas coisas passam escondidas no mundo privado das relações.   Parceiros afetivos acabam conhecendo mais um ao outro do que a própria...

Por que as pessoas traem?

Postado em 20/04/2017 06h00
Os motivos que levam as pessoas a traírem é algo intrigante e até tema de estudos. Há estudos que apontam a existência de aspectos primários na propensão à traição. Um deles seria o gênero – homens traem mais por sentirem maior apetite sexual fruto da produção acentuada de testosterona.   ...

Tipos de abuso no relacionamento

Postado em 13/04/2017 06h00
Quando falamos em relacionamento abusivo, é comum vincularmos este abuso a violência física. Contudo, a questão vai mais além. Um relacionamento abusivo pode ser dividido em 5 tipos de violência: – Violência física: onde ocorre a agressão através de empurrões, chutes, socos e golpes corporais de...

Assedio, uma agressão encoberta

Postado em 06/04/2017 06h00
Muito se falou de assédio esta semana, assunto aquecido pelo polêmico “caso” José Mayer, que assediou a colega de trabalho. Atualmente, entre as inúmeras lutas a favor da mulher, está a do direito de não ser assediada. Algo que, em tese, não deveria precisar de ser conquistado. O problema é que,...

Por que é tão difícil mudar?

Postado em 31/03/2017 13h27
Muitas vezes desejamos profundamente mudar algo em nosso comportamento. Juramos não querer trilhar mais o caminho que, notoriamente, nos traz graves prejuízos. A intenção é verdadeira, a vontade de mudar existe, contudo, ainda assim, não saímos do lugar. Nem sempre por nossa culpa, mudar é realmente...

O narcisista é capaz de amar alguém além dele mesmo?

Postado em 23/03/2017 06h00
De acordo com o psicanalista Sigmund Freud, o narcisismo é uma característica comum a todos nós. Ela está relacionada a uma fase da infância, onde a criança, em sua ilusão pueril, acredita ser “única e especial”, achando-se o centro do universo. À medida que ela vai crescendo e se deparando com as...

O amor supera tudo?

Postado em 16/03/2017 06h00
Seria o amor um sentimento ilimitado sujeito a qualquer prova? Muitos acreditam que sim, seguem convictos de que com amor é possível superar qualquer obstáculo. Já outros, sobretudo aqueles que carregam consigo experiências negativas no campo do afetivo, têm lá suas dúvidas.  A estatística...

De onde vem a capacidade de superação?

Postado em 09/03/2017 10h07
Resiliência é um termo usado na física para definir a capacidade de um material em voltar ao seu estado normal, sem deformação, depois de ter sofrido tensão. A psicologia herdou esse termo e hoje usa-se “resiliência psicológica” para descrever o indivíduo com capacidade de retornar seu estado...

A armadilha da sabotagem

Postado em 02/03/2017 06h00
É grande o número de pessoas que desconsideram a existência do autoboicote. Acham absurdo a ideia de atentar contra a própria felicidade. Não veem lógica nesse pensamento. A ideia parece mais improvável ainda quando essa sabotagem vem em forma de aparente alegria. De fato não é fácil perceber a dor...