As hipocrisias nossas de cada dia

Postado em 10/06/2017 06h00
Eu não gosto de me imaginar na pele do comprador de um carro zero quilômetro no Brasil, por mais que o mercado tenha evoluído anos-luz nas últimas décadas em termos de tecnologia e opções. Alguns vícios e comportamentos seguem antiquados e soam quase como deboche a quem muitas (ou na maioria das)...

Seminovo: vale o quanto se pede?

Postado em 02/06/2017 19h54
O mercado de veículos segue com números distantes dos que registrou nos tempos de vacas gordas – tanto mais o de novos do que o de seminovos e usados – embora com os primeiros sinais de recuperação. É irreal, no entanto, esperar que a farra das vendas fáceis se repita, considerando que dificilmente...

Em cima das rodas (ainda) há vida

Postado em 27/05/2017 06h00
Assim como é o paraíso dos superesportivos de grife e linhagem (Ferrari, Maserati, Lamborghini, para citar os mais conhecidos), a Itália é, também, a pátria da bicicleta, quase uma religião. Também lá estão algumas das marcas mais conhecidas, que produzem verdadeiras obras de arte sobre duas rodas,...

Segurança ou comodidade? Fique com os dois

Postado em 26/05/2017 17h21
Não tenho números exatos, mas é fato que, na hora de comprar um veículo, seja zero quilômetro ou seminovo, a grande maioria dos consumidores opta por pagar mais em troca de maior comodidade, mas não faz o mesmo quando o assunto é segurança. Realidade ainda mais clara nos tempos em que a presença dos...

Um raio-x dos recalls

Postado em 13/05/2017 06h00
Já tive a oportunidade de falar, numa coluna passada, sobre a questão dos recalls e como eles são cada vez mais inevitáveis na vida de um proprietário de veículo, o que tem o lado bom (é um sinal de respeito ao consumidor) e outro bem menos (significa que motorista e demais ocupantes podem ter...

Maio Amarelo: você também precisa ser parte

Postado em 06/05/2017 06h00
No ano passado, o site Seminovos BH Notícias, que surgiu como uma extensão da plataforma de venda de veículos pela internet que criamos há uma década, se tornou parceiro do Maio Amarelo. Nunca ouviu falar? Então é bom prestar atenção, pois envolve seu dia a dia no trânsito mais do que o leitor possa...

Negócio da China?

Postado em 29/04/2017 06h00
Um dos assuntos que mais costumam chamar a atenção no site Seminovos BH Notícias é a insistência das fábricas chinesas em desenvolver produtos que são clones descarados de modelos ocidentais de veículos. Por trás de marcas como Baojun, Zotye, Habei e outros nomes impronunciáveis há versões locais de...

Virou bagunça

Postado em 22/04/2017 12h12
Houve um tempo em que definir a que categoria pertencia um veículo era coisa simples. Havia os hatches, os sedãs, cupês, peruas, furgões e picapes (considerando o desenho da carroceria); compactos, médios ou grandes; dois ou três volumes, e estávamos conversados. Não que o consumidor precisasse ser...

O que você é, motoqueiro ou motociclista?

Postado em 15/04/2017 06h04
Muita gente diz que, nas ruas e estradas brasileiras, há dois tipos de condutores sobre duas rodas: motoqueiros e motociclistas. Não vai aí qualquer tipo de preconceito ou distinção por tipo de moto, cilindrada, classe social, mas uma divisão por postura ao guidão. Algo que talvez não seja ensinado...

Ainda no tempo das carroças

Postado em 08/04/2017 06h00
Quando no começo da década de 1990 o então presidente Fernando Collor decidiu facilitar a importação de veículos e, na prática, retomá-la de verdade, referiu-se aos modelos fabricados no Brasil como carroças – e olha que a comparação não era com os superesportivos que ele teve e tem na garagem. O...

Cochilou, o cachimbo cai...

Postado em 01/04/2017 06h00
Os japoneses podem ser ousados ao desenvolver novas tecnologias, mas costumam ser cautelosos quando se trata de grandes decisões industriais. Preferem sondar o terreno, pesar prós e contras e só então, com o vento a favor, assumir riscos. Que o diga aquela que, até outro dia, era a maior montadora...

Cuidado com o zap zap

Postado em 25/03/2017 06h00
Atire o primeiro celular quem não se rendeu à mania dos grupos no Whatsapp – seja de família, trabalho, confraria de amigos, colegas de faculdade, vizinhos de prédio, ou o que mais for. Começa sempre assim: com recados e mensagens sérias, depois passa para o debate acalorado, as piadas, gracinhas, e...