O presente que podemos dar

Thiago Pereira / 05/01/2018 - 14h53

Semana de aniversário: 97 anos muitíssimo bem vividos para o maior de Minas. Ao se aproximar de seu centenário, o Cruzeiro segue escrevendo páginas heróicas, imortais, das quais sempre temos que nos lembrar; para confirmarmos do que somos feitos. 

Somos o jovem Tostão batendo bola no IAPI na década de 1960.

Somos Joãozinho em 76.

Somos Marcelo Ramos calando o Parque Antártica, em 96.

Somos o sangue de Sorín em 2002.

Somos Alex em 2003.

Somos o time que nunca caiu, o time do 6 x 1, um dos raros bicampeões brasileiros, e o atual campeão da Copa do Brasil.

Somos, principalmente, o presente que podemos dar ao Cruzeiro neste 2018. Um ano que promete muito no campo das expectativas, especialmente pela Libertadores que voltaremos a disputar. Nossa maior obsessão, não custa lembrar.
Acredito que, entre os maiores mimos que este time merece, está a confiança. Esta, se materializa na torcida, em cada grito, na hora boa ou na hora ruim; lembrar que o “jogai por nós” é nosso mantra, nossa oração, e não devemos abandoná-las nunca. A campanha vitoriosa de 2017 teve muito a ver com isso. Nosso penta da Copa do Brasil foi sofrido, batalhado, vencido em função da persistência. E o grande veículo, o maior combustível para superarmos a galeria de excelentes rivais que deixamos para trás, foi nossa voz, nossa paixão e nossa fé, para citar um dos mais potentes amplificadores de nosso coro, Oswaldo Pequetito Reis. 

O tempo agora é de silenciar as cornetas. De ter mais certezas do que nunca. E de gritar, porque gritando sai gol.

Assim, a hashtag #fechadocomoCruzeiro fará mais sentido que nunca, a partir do dia 27 de fevereiro, quando entrarmos em campo contra o Racing, no Estádio Presidente Perón, na Argentina. E ganhará mais peso ainda quando, em abril, o time pisar no gramado do Mineirão, acompanhado de nossas vozes, contra um adversário que ainda não foi definido.

Um detalhe que, aliás, não importa.

Nosso presente é estar presente para o time, pelo time, com o time, contra quem e o que vier. 

Publicidade
Publicidade
Publicidade
Comentários