Cidade Refúgio

Tio Flávio / 17/03/2017 - 06h00

Um dia, conversando com o professor e pedagogo Celso Vasconcellos, grande entusiasta da educação, fui presenteado com um texto, de autoria de Viktor Frankl, que na infância precisou pedir comida na rua para sobreviver e na maturidade sofreu em campos de concentração, por ser judeu.

"Nós que vivemos em campos de concentração podemos lembrar dos homens que andavam pelos pavilhões confortando os outros, distribuindo seus últimos pedaços de pão. Talvez eles tenham sido poucos, mas são prova suficiente de que tudo pode ser retirado do homem, menos uma coisa: a última das liberdades humanas - escolher que atitude tomar em quaisquer circunstâncias, escolher o seu próprio caminho." 

É nesse contexto, de acolher o ser humano, que existe, desde dezembro de 2007, a Associação Projeto Cidade Refúgio, uma comunidade terapêutica que trabalha diretamente com homens e mulheres de 18 a 55 anos em situação de rua e dependência química da Grande BH e outras regiões, com a missão de “promover a restauração de pessoas com trajetória de rua, devolvendo-lhes a dignidade, o amor próprio, a autoestima e a possibilidade de uma nova vida através de sua restauração física, emocional, social, mental, familiar e profissional.”

É oferecido um atendimento integral ao acolhido, o que possibilita o tratamento, a reinserção social e a melhoria da qualidade de vida, resgatando os valores essenciais como: liberdade individual para fazer novos projetos de vida, fazer escolhas, autonomia no exercício de seus direitos, resgate da autoestima e da alegria pela vida. Diversos cursos, também, acontecem na instituição.

O tratamento é realizado por uma equipe interdisciplinar que busca identificar a diversidade do fenômeno da dependência química, tratando a singularidade de suas manifestações em cada acolhido. O tratamento é dividido em três fases, sendo a adaptação e desintoxicação, seguida de conscientização e interiorização e, por fim, a terceira fase que é de ressocialização e responsabilidade.

A Cidade Refúgio precisa muito de ajuda para continuar o seu trabalho. Entre em contato: 31 30316375, atendimento@cidaderefugio.com.br e www.cidaderefugio.com.br

 

Publicidade
Publicidade
Publicidade
Comentários