Esse tal empreendedorismo

Tio Flávio / 06/10/2017 - 06h00

 

O conceito de empreendedorismo pode ser usado de maneira bem ampla, com criação de significados diversos.  O autor que supostamente abordou primeiramente o termo foi Schumpeter, em 1945, que definiu o empreendedor como alguém versátil, que possui as habilidades técnicas para saber produzir, e capitalista, que consegue reunir recursos financeiros, organizar as operações internas e realizar as vendas da sua empresa. Em 1970, Peter Drucker trouxe ao empreendedorismo a ideia da necessidade de arriscar em algum negócio para montar uma organização. E em 1985, Gifford Pinchot III fala sobre intra-empreendedor, ou seja, uma pessoa empreendedora, mas que trabalha dentro de uma organização, sem que tenha um negócio próprio.

Assim, buscando uma definição bem simplista, o Sebrae afirma que “podemos entender como empreendedor aquele que inicia algo novo, que vê o que ninguém vê, enfim, aquele que realiza antes, aquele que sai da área do sonho, do desejo e parte para a ação”.

Fillion, em 1999, definia empreendedor como uma pessoa que imagina, desenvolve e realiza visões. Isso não significa que ele tenha que ser dono de um negócio. Assim, é aceitável também pensar que empreender é o processo de implementar novos negócios ou mudanças em empresas já existentes.

A Endeavor Brasil contribuiu bastante ao trazer uma reflexão sobre algumas linhas do empreendedorismo. Assim, há pessoas com um forte espírito empreendedor e que o exercem em diferentes lugares e situações, como em casa, quando decidem fazer uma reforma que otimize o espaço; na empresa em que trabalham, quando um projeto precisa ser levado adiante; na vida, quando chega o momento de mudar. 

Há pessoas que aplicam esse potencial em um novo negócio – do tamanho que seja, e contribuem gerando empregos para sua comunidade, gerando renda para a economia local ou solucionando determinada demanda por meio da inovação.
Há ainda pessoas que fazem desse negócio algo muito maior, que transformam sonhos grandes em iniciativas de alto impacto, revolucionam seus mercados, crescem e fazem crescer, servindo de exemplo para gerações futuras.

Na próxima semana traremos conceitos práticos sobre empreendedorismo na ótica de pessoas que atuam em Minas Gerais.

Leia mais em Endeavor: https://endeavor.org.br/tudo-sobre/empreendedorismo/ e Sebrae: www.sebrae.com.br

 

 

Publicidade
Publicidade
Publicidade
Comentários