Seja voluntário

Tio Flávio / 22/12/2017 - 06h00

Muitas pessoas ficam empolgadas com o período natalino e se prontificam em criar grupos de visitas para que possam levar presentes, lanches, brincadeiras às crianças das creches, aos idosos que vivem em asilos ou a outras instituições que funcionam o ano todo, mas que geralmente recebem um maior número de visitas e atenção no fim de cada ano.

Essas visitas, logicamente, são importantes demais para cada instituição, para os seus assistidos e para os voluntários, que doam não só presentes, mas a presença.

Ser voluntário é recarregar-se de energia boa, já que em cada relação há um processo de troca, de afeto, aprendizado, exemplo, referências. É um crescimento individual, pois mexe com as nossas estruturas de sonhos, de gratidão, de respeito e humanidade. E acaba sendo um desenvolvimento coletivo, quando a interação entre aqueles que participam de uma ação ou projeto é, também, um grande ganho em aprendizado.

Porém, voluntariado requer planejamento, encontrar uma causa ou organização em que os valores de quem doa e de quem recebe sejam compatíveis, similares. Entender que quando alguém se predispõe a doar seu tempo, várias pessoas na outra ponta já o estarão aguardando e a falta de comprometimento pode acarretar em danos para muita gente. 

Comece o ano com perspectivas novas, pesquisando opções de voluntariado que possam ter uma sequência durante o ano e que tragam, para você especificamente, não projeção social ou status, mas que propiciem aprender, refletir, agir – em vez de apenas reclamar, interagir, crescer todos os dias como pessoa, como ser humano.

Voluntariar-se em um grupo é sempre um desafio, pois há pensamentos e personalidades bem diferentes no conjunto. Mas, uma das coisas que mais tenho aprendido na vida é que a melhor escola que podemos ter são, justamente, as pessoas. Não espere o tempo certo ou não use a falta de tempo como escudo. Estude os projetos sociais da sua cidade, ou junte um grupo para montar algo interessante, planeje-se para fazer parte dele e dedique-se. O tempo certo é esse agora.
 

Publicidade
Publicidade
Publicidade
Comentários