Tênis? Sim!

Tio Flávio / 23/03/2018 - 06h00


O projeto Tênis Sim é uma proposta que possibilita a 50 crianças e jovens em vulnerabilidade social, matriculados e frequentes em escolas públicas, possibilidades de desenvolvimento e inserção na comunidade, por meio da prática de um esporte tido como de elite, o tênis, mas que desenvolve diversas habilidades e competências individuais. O projeto é uma reaplicação da metodologia que já existe há 14 anos, de credibilidade e reconhecimento pela comunidade local.

A Associação de Pais e Amigos dos Tenistas (Apat) de Ouro Branco, que executa o projeto, é declarada de utilidade pública, cadastrada no Conselho Municipal de Assistência Social e no Conselho Municipal dos Direitos da Criança e do Adolescente (CMDCA). Trabalha em consonância com as políticas públicas numa ação intersetorial, através de redes de cooperação com diferentes segmentos envolvidos com a educação integral das crianças, tais como os Conselhos da Infância, CRAS, Conselho Tutelar, Escolas Públicas e Universidades e participa de redes de proteção.

Essa articulação possibilita o desenvolvimento do projeto e seu reconhecimento e legitimidade como ação pública, num contexto local de necessidade de atividades no contra turno escolar, para as crianças que não têm mais acesso às creches e, portanto, ficam sem atividades durante um período do dia e que a maioria das mães trabalha fora. O projeto assegura, além do treinamento do tênis, acompanhamento pedagógico, aulas de reforço escolar, produção de textos e atividades extraclasse como condicionante para participar. Também há palestras sobre cidadania e saúde, com foco principal no combate ao uso das drogas, com a participação dos familiares.

No ensino do tênis, o treinamento é feito priorizando o nível técnico e a idade das crianças , fazendo com que cada um possa desenvolver suas habilidades dentro do esporte, levando em conta suas características físicas e intelectuais. Como resultado de impacto do projeto, atualmente 22 alunos/atletas participam de torneios em nível estadual, além de que três atletas que cursam a universidade.

 

 

Publicidade
Publicidade
Publicidade
Comentários