Os termômetros já marcam temperaturas mais amenas e o entardecer, sem dúvida, pede um agasalho. A transição entre Outono e Inverno traz uma sensação gostosa, um clima agradável, no entanto, uma dúvida sobre o que vestir. Além disso, a estação fria está para chegar e sempre há o questionamento de comprar ou não peças novas.

“Coisa que democratizou foi o uso de todas as cores em qualquer estação, mas vai muito da personalidade da pessoa”
Patrícia Carvalhais
Consultora de estilo e coordenadora do curso de Estética das Faculdades Promove

De acordo com Patrícia Carvalhais, consultora de estilo e coordenadora do curso de Estética das Faculdades Promove, o interessante é trabalhar a própria personalidade sem ficar escrava da moda.

“A ideia do minimalismo tem sido muito evidente, não significa que porque mudou a estação você precisa alterar todo o armário. Quando você trabalha peças atemporais, curingas dentro do guarda-roupa, com tons pastéis e neutros, consegue ter roupas interessantes todo tempo e fazer combinações durante o ano”, coloca.

Uma dica da especialista é criar looks diferentes utilizando acessórios, trabalhando a versatilidade das peças. “Uma calça pantacourt ou clochard, por exemplo, nas cores nude ou cinza, muito usadas no Verão, pode ser utilizada com uma regata e um casaco, uma echarpe”, ensina.

Na fase de transição entre estações, a consultora de estilo destaca que sapatos como scarpins, mules e Chanel são importantes, por serem mais fechados, mas não cobrirem totalmente os pés. “Na meia-estação, o que muda mesmo é que, no fim do dia, você sentirá mais frio”, lembra.

Guarda-roupa versátil

Jaqueta jeans é curinga para transição entre estações

Sobreposições

O artifício mais indicado pela jornalista e consultora de moda Marta De Divitiis são as sobreposições. Segundo ela, uma regata, peça típica de Verão, pode ser colocada com uma calça jeans com um paletó, uma malha ou um cardigã.

“Ao mesmo tempo, junto à combinação, echarpes diferentes, ou uma pashimina. Claro, se em um inverno rigoroso, ficará mais difícil, mas este não é muito o caso do Sudeste brasileiro”, observa.

Marta ainda sugere look com vestido de seda. “Pode ser colocado com um casacão, uma meia colorida e um sapato tipo Oxford. Se o vestido for estampado, a meia pode ser da cor predominante da estampa”, acrescenta.