Achar roupas com informação de moda no tamanho 54 é um desafio que enfrenta a instablogger belo-horizontina Lú Santos, de 24 anos, e uma realidade de considerável número de mulheres em todo o Brasil. Elas representam mais de 60% dos 120 milhões de brasileiros que vestem tamanho 46 ou maior, conforme dados do IBGE. 

No entanto, a indústria fashion parece insistir em fechar os olhos para este potencial e pulsante mercado. De acordo com levantamento da Associação Brasil Plus Size, há apenas 7 mil pontos de venda, entre físicos e virtuais, voltados para a moda all sizes (todos os tamanhos) ou especificamente para esse público.

Nesse cenário, a alta demanda associada à baixa oferta acaba elevando os preços e inviabilizando a compra. “O valor de uma peça em tamanho maior é até três vezes superior que o do tamanho P. Alguns lojistas justificam que a fábrica já repassa mais caro, outros dizem que a maior quantidade de tecido encarece a roupa”, explica Lú Santos.

Para a influenciadora digital, que tem foco na moda plus e na aceitação da mulher gorda na sociedade, o caminho para a mudança do comportamento da indústria já começou.

“Precisamos desmistificar que a pessoa gorda não é bonita, que é fora do padrão de beleza, por meio do empoderamento. A partir do momento em que elas se sentirem bem, não ficarão escondidas, invisíveis. Só assim a indústria terá interesse em nos vestir”, acredita a jovem.

Incentivo

De olho em movimentar o mercado mineiro em torno desse debate, neste fim de semana um evento em BH promoverá ações como rodas de conversa e desfile no Museu da Moda e na Casa do Jornalista. 

Ação do evento em BH é divulgar cultura vintage como filosofia estética na moda plus, em produções contemporâneas

O BH + Estilo Plus, anteriormente idealizado em formato de feira itinerante, toma ares de movimento e busca visibilidade para temas como moda plus size, gordofobia, feminismo, liberdade de estilo autoral, autoestima, identidade e cidadania na moda.

“O padrão de beleza magro é uma construção social e histórica, e as mulheres fora dele não se sentem representadas. Elas gostam de moda e não encontram os tamanhos, até por um preconceito da indústria com estampas e padronagens”, coloca a jornalista Valéria Said Tótaro, responsável pela direção criativa e curadoria do evento.

Lú Santos celebra a oportunidade. “Um evento como esse ajuda a trazer o amor próprio. Isso influencia na vida delas, no mercado de moda. As mulheres se sentirão mais fortes e capazes de fazer outras coisas no geral”, diz.

BH + Estilo Plus

O objetivo é movimentar a capital da moda com pautas sobre o potencial da moda mineira plus size

Confira a programação do evento

Sábado, 4 de agosto

10 às 12 horas: Debate “Moda e Política de Diversidade” (Museu da Moda)

Convidadas

  • Carol Bresolini - Designer e modelo plus, militante contra a gordofobia e a favor de ações que reforcem a representatividade da mulher estética e politicamente.
  • Carol Kerbidi - Blogueira do “Garotas Fora do Padrão” (FDP). Usa a moda como instrumento de expressão de autoestima e empoderamento feminino.
  • Isabela Santos - Instablogger e defensora do body positive. Adepta da Cultura Vintage para compor seus looks cotidianos, em produções contemporâneas.
  • Lu Santos - Instablogger de moda plus e defensora de mais políticas de acessibilidade urbana para pessoas gordas.
  • Mediação: Valéria Said - Jornalista, professora e pesquisadora de Moda.

Endereço: Rua da Bahia, 1149, Centro.
Entrada gratuita sujeita à lotação de espaço.

12 horas: Desfile - Intervenção Cultural Urbana:

Roteiro: as modelos vão desfilar nas dependências do Museu da Moda e seguirão pela Rua da Bahia, em direção ao Museu Inimá de Paula, onde ficarão por 10 min à disposição da imprensa para filmagens e fotografias. Na sequência, seguirão para a Casa do Jornalista, onde acontecem outras ações culturais.

11 às 18 horas: Exposição e vendas de marcas plus (Casa do Jornalista)

11 às 18 horas: Flash Day Tattoo com a body piercer e tatuadora Louise Tattoo, que vai atender por ordem de chegada e sortear umatattoo no valor de R$ 200, 00 (duzentos reais) entre os participantes do evento.

16 horas: Roda de conversa com as blogueiras  Gabriela Lessa e Bárbara Myssior, do “Gorda É A Mãe Blog”.

11 às 18 horas: Brechó com peças das estilosas blogueiras Gabriela Lessa e Bárbara Myssior, do  “Gorda É A Mãe Blog”.

11 às 18 horas: Confeitaria e gastronomia regional (Espaço Cultural Casa do Jornalista).
Endereço: Av. Álvares Cabral, 400.
Entrada gratuita sujeita à lotação de espaço.

Domingo, 5 de agosto – Casa do Jornalista

11 às 18 horas: Exposição e vendas de marcas plus (Casa do Jornalista)

11 às 18 horas: Flash Day Tattoo com a body piercer e tatuadora Louise Tattoo, que vai atender por ordem de chegada e sortear umatattoo no valor de R$ 200, 00 (duzentos reais) entre os participantes do evento.  

16 horas: Roda de conversa com as blogueiras Carol Cyrne e Carol Kerbini, do “Garotas Fora do Padrão (FDP)”.

11 às 18 horas: Brechó com peças das estilosas blogueiras Carol Cyrne e Carol Kerbini, do “Garotas Fora do Padrão (FDP)”.

11 às 18 horas: Confeitaria e gastronomia regional (Espaço Cultural Casa do Jornalista).
Endereço: Av. Álvares Cabral, 400.
Entrada gratuita sujeita à lotação de espaço.

Editorial

O BH + Estilo Plus é um movimento que também divulga a Cultura Vintage como estilo e filosofia estética na moda plus, em produções contemporâneas. Veja as imagens na galeria abaixo:

Ficha técnica:
Styling: Isabela Itabayana
Fotografia: Bruna Finelli e Mariana Arnoni (Assistente de Fotografia)
Direção criativa: Valéria Said
Modelos: Carolina Bresolini, Gi Freitas, Lu Santos e Thais Lourenço
Beleza: Ângela Maria
Marcas: Ackon, Alice Surtô, Carlotta Plus Size, Della Greicy Plus Size, Nila, Turez Store.  Acessórios (acervo particular)
Locações: Casa do Jornalista e Edifício Arcângelo Maletta