A procura pelos pescados aumenta siginificativamente com a chegada da Semana Santa e variedade de preços para atender toda a demanda dos consumidores é o que não falta no mercado. Com isso, há necessidade de redobrarmos a atenção com a procedência, higiene e qualidade dos produtos comercializados. 

Abaixo, listamos alguns cuidados para você escolher bem o peixe que irá comprar:

1) Peixe fresco: se vendido fresco, o produto não pode apresentar areia, plástico ou sujeiras, o que demonstra falta de higiene na manipulção.

2) O aspecto do peixe: deve-se atentar quanto a possíveis perfurações na superfície do animal, já que essas não devem existir.

3) As escamas: elas devem estar transparentes, firmes e resistentes.

4) Os olhos: observe se estão em perfeito estado, brilhantes e grandes.

5) Indícios de que o peixe não é fresco: guelras amareladas e com muco indicam que o peixe não é fresco. Sempre opte pelas que estejam brilantes, bem vermelhas e sem muco.

6) O cheiro do animal: peixe cheira peixe, não tem outro odor que não seja esse.

7) Refrigeração do produto: todo peixe fresco deve estar em ambiente refrigerado. Verifique a qualidade (cor e aroma) do gelo onde ele está depositado.

Fonte: Hermes Marcatti, no mercado de peixes há mais de 46 anos e peixeiro na Hermes Pecados.