Ao invés de uma sala de desfiles com ar-condicionado, o gramado do Parque do Ibirapuera sob um calor de mais de 30°C. No lugar de simples cadeiras ou mesmo bancos, cadeiras de praia estampadas com desenhos já característicos do estilista. A apresentação do mineiro Ronaldo Fraga, no quarto dia de desfiles da São Paulo Fashion Week (SPFW) foi um show extra dentro da programação da maior semana de moda do Brasil.

Pela primeira vez, o estilista mineiro criou uma coleção inteira de moda praia, inspirada no beachwear dos anos 20, chamada de “As praias desertas continuam esperando por nós dois”.

Como já de costume, Ronaldo selecionou modelos com muita diversidade, com representantes de todas as idades, gêneros, tamanhos e origens. “Nessa praia, tem todo o meu universo, todo o meu casting. Eles estavam ali, de todas as coleções”, afirmou o estilista.

Detalhes

Rosa seco, preto, branco e um bege quase dourado compuseram a cartela de cores da nova coleção, que trouxe maiôs, sungas, calças curtas, suspensórios e todas as outras peças que remetem à década de 1920.

“A inspiração principal foram os primeiros anos de praia no Brasil. Quando o brasileiro deixou de olhar a praia como coisa dos ‘marrons’ ou pela questão medicinal ou terapêutica. A elite, nos anos 20, vai para a praia, seguindo as influências francesas, as tendências daquele país, e virava uma festa, estilo de roupa de festa e aí forjava-se um país sensual e jovem”, explicou Fraga logo após o desfile.

Amor

Diferentemente de grande parte dos estilistas que começam em Minas Gerais e ganham o país e o mundo, Ronaldo Fraga afirma que continuará mantendo as raízes e residência em Belo Horizonte.

“Sou otimista só de raiva. Eu amo a cidade. Minha fonte de inspirações está lá, onde eu bebo está lá. Meus amigos estão lá e Belo Horizonte é perto do mundo, então dá pra morar lá”, revela o estilista.