Fatores externos afetam a saúde da mulher. Substâncias químicas presentes em alguns cosméticos, por exemplo, podem alterar o equilíbrio hormonal, provocando ainda uma série de outros incômodos. Seguindo a filosofia do Sagrado Feminino, que leva em conta aspectos físicos, como os ciclos menstruais, surgem marcas, produtos e serviços desenvolvidos para respeitar esse universo amplo e, ao mesmo tempo, tão particular. 

Sediada em Belo Horizonte, no bairro São Bento, na Zona Sul, a Pachamama é um exemplo de empresa com alternativas ecológicas voltadas para a integralidade da saúde feminina. Todos os produtos – sabonetes, xampus, óleos, sais de banho, absorventes de pano e coletores menstruais – são desenvolvidos com insumos 100% naturais para manter o equilíbrio energético e harmonizar corpo e mente.

Sócia-proprietária da empresa, Carolina de Castro Neves explica que são criados com base nos quatro ciclos femininos: fase pré-ovulatória, ovulatória, pré-menstrual e menstrual. “Além disso, também temos produtos para a fase da maternidade, da menopausa e da menarca. Nosso grande propósito é cuidar do corpo feminino e da terra, nossa grande mãe. Não queremos jogar nela nada que não seja biodegradável”, completa. 

Um dos rituais que convidam a colocar o Sagrado Feminino em prática é a Bênção Mundial do Útero, que ocorre anualmente em maio. Informações em wombblessing .com

Benefícios

A doula Júlia Braga, de 28 anos, apaixonou-se pela filosofia e pelos produtos da Pachamama há seis anos, quando se preparava para viver três meses em uma ecovila na Bahia. “Acabei levando para lá mais produtos do que precisava para apresentar a outras mulheres. Gostei tanto que três anos depois acabei me tornando consultora de vendas”, relembra. 

Atualmente, Júlia faz uso do desodorante e dos óleos corporais que, segundo ela, mais do que proporcionar benefícios para a pele, ajudam a equilibrar os hormônios e as emoções. “Os óleos têm funções terapêuticas, o sabonete ajuda a melhorar a autoestima. São produtos que vão além do simples uso, são resultado das nossas escolhas pessoais, logo impactam no universo”, define. 

Um dos produtos mais vendidos é um kit que inclui um oráculo com cartas correspondentes a cada um dos óleos, possibilitando uma experiência individual conforme as necessidades da mulher em cada período, fase e momento específico da vida. Feitos com plantas e ervas, hidratam, perfumam e têm propriedades terapêuticas. 

Livro usado por Bárbara serve como ferramenta para o autoconhecimento

Livro usado por Bárbara serve como ferramenta para o autoconhecimento


Psicoterapia

Psicóloga com mestrado no tema de gênero e uma pós-graduação em andamento em antropologia da mulher, Karina Mendicino especializou-se em atender mulheres no consultório. Idealizadora da Ser Inteira, em Belo Horizonte, explica que o projeto pretende ajudar as mulheres no resgate da força interna e na libertação de padrões e bloqueios emocionais.

“Percebo que cada vez mais mulheres, 90% dos meus atendimentos, na verdade, têm algum interesse ou contato com o feminismo ou com estudos sobre o feminino, o que vai muito ao encontro da proposta do meu trabalho. As mulheres têm procurado serviços, trabalhos e produtos específicos para elas”, reforça a profissional. 

Em BH, além do atendimento em consultórios, em sessões que duram, em média 50 minutos, a terapeuta realiza trabalhos em grupos. Os encontros são divulgados pelo Facebook. Outras informações em facebook.com/serinteirapsicologia e em serinteira.com.

As chamadas Moon Mothers são mulheres habilitadas para ajudar outras mulheres nos rituais de bênção e cura do útero. Para encontrar uma e saber mais sobre o tema, acesse wombblessing.com/moonmothers.html

Mandala lunar ajuda a compreender os ciclos femininos e favorece o autoconhecimento

Ferramenta que serve para mapear e contextualizar os ciclos da lua em relação à menstruação, a mandala lunar tem sido utilizada como um facilitador da compreensão de cada fase feminina e como elas se orientam a partir dos fenômenos da natureza. Encontrado na internet para download gratuito e vendido também em lojas virtuais, o recurso é um caminho a mais na jornada do autoconhecimento.

Professora de yoga e de canto, Bárbara Mesquita dos Santos Gomes, de 32 anos, aderiu à mandala recentemente como mais uma ferramenta na busca por uma vida mais saudável e para conhecer-se melhor. “Existem várias maneiras de preenchê-la, mas o principal é identificar informações como intensidade e cor do fluxo e características emocionais, se estou triste, feliz, grata, mais ou menos receptiva”, ensina. 

Segundo ela, o livro ajuda as mulheres a compreender e cessar o sofrimento que as acompanha por serem cíclicas. “Somos diferentes em cada dia do ano e isso não deve ser encarado com culpa. Precisamos lidar com isso sem julgamento e sair da linearidade masculina, sendo felizes com nossa feminilidade”, diz.

Adepta dos produtos naturais há seis anos, Júlia Braga

Adepta dos produtos naturais há seis anos, Júlia Braga diz que, além de mais saudáveis, eles também ajudam a harmonizar as emoções da mulher: “além do cuidado físico, há o cuidado emocional”


Conteúdo

Vendida no site de mesmo nome, a mandala lunar utilizada por Bárbara também indica as datas dos solstícios, equinócios, eclipses, feriados nacionais, bênçãos mundiais do útero, além de conter imagens e textos sobre as fases da lua e as influências delas sobre a Terra. A ferramenta também traz um guia de plantas medicinais e os benefícios delas, informações sobre o poder do sangue menstrual e a história das mulheres na humanidade. 

Linha Mulher Elemental, com óleos naturais

Linha Mulher Elemental, com óleos naturais que melhoram libido, diminuem insônia e ansiedade e aumentam a vitalidade e o foco; 100% naturais, são feitos com lavanda, cravo, canela, hortelã e alecrim. O Bálsamo da Lua também é um dos carros-chefes da marca. Desenvolvido com óleos essenciais, é indicado para aliviar sintomas da TPM e cólicas menstruais, devendo ser aplicado sobre a região do baixo-ventre, em sentido horário e com movimentos circulares

Além disso:

Especialmente benéfica para as mulheres, a prática chinesa Swimming Dragon Chi Kung ajuda a equilibrar hormônios e a estimular o fluxo sanguíneo e energético, explica a terapeuta corporal e psicóloga Vicky Fernandes de Raphael, do espaço Viva Bem, no bairro Serra, em Belo Horizonte. Por este motivo, segundo ela, a técnica atua também na estabilização de hormônios e glândulas.

Ela explica que os movimentos, fáceis de ser aprendida, devem ser praticados todos os dias. “É como se nosso corpo fosse formado por várias tubulações, que, conforme vamos passando por situações diferentes ao longo da vida, vão ficando obstruídas. A prática diária faz com que a energia volte a circular, equilibrando glândulas e hormônios, por isso é tão eficaz para as mulheres”, explica a terapeuta. 

Caracterizada por um movimento de serpente da cabeça aos pés, a prática deve ser repetida quantas vezes forem necessárias numa mesma sequência – recomenda-se 20 a 30 minutos diários. O exercício ajuda a estimular o fluxo de energia e sanguíneo em todo o corpo, além de proporcionar maior flexibilidade nas articulações, incluindo a coluna vertebral, e auxiliar na perda de peso.

Em Belo Horizonte, a Swimming Dragon Chi Kung é ensinada no Viva Bem em turmas semestrais. O workshop custa, em média, R$ 200.