A Polícia Rodoviária Federal (PRF) encerrou a operação Dia do Trabalhador nesta terça-feira (1º), com um total de 90 mortes nas rodovias federais de todo o Brasil. O número é 2% maior que o registrado no ano anterior.

Em 2018, foram registrados 907 acidentes, ante 1.255 no ano passado, uma redução de 23%.

Neste ano, porém, a operação nas rodovias brasileiras durou cinco dias, entre sexta-feira, 27, e terça-feira, 1º. No ano passado, a ação teve duração de quatro dias.

Uma das infrações mais verificadas foi a de ultrapassagem irregular, 4.305 ao todo. Também foi verificado aumento de 37% nas autuações de falta de uso de capacete e 12% de crianças transportadas sem o uso da cadeirinha. Além disso, 915 condutores foram flagrados dirigindo sob o efeito de álcool.

Ao todo foram registradas 37.891 infrações de trânsito, número 18% inferior ao ano de 2017, que atingiu 46.265 autos de infração.

Combate à criminalidade

No total, 557 pessoas foram detidas. Foram apreendidos 403 kg de maconha, 305 kg de cocaína e 47 mil pacotes de cigarro, além de 14 armas de fogo. A PRF também recuperou 73 veículos com registro de roubo ou furto.

Conscientização

Além do patrulhamento ostensivo, a PRF também realizou ações educativas para conscientizar motoristas e passageiros.

São Paulo

No Estado de São Paulo, a PRF autuou 730 motoristas por excesso de velocidade, 34 alcoolizados, dos quais dois acabaram presos também por dirigirem com velocidade acima da permitida. Além disso, 161 motoristas foram autuados por ultrapassagem proibida.

Nas rodovias paulistas foram verificados 53 acidentes. 56 pessoas ficaram feridas e duas morreram. Em 2017, foi registrada apenas uma morte.

Um dos acidentes ocorreu na Rodovia Presidente Dutra, em São José dos Campos, na sexta-feira quando o condutor do veículo perdeu o controle e colidiu contra uma barreira física.

No mesmo dia, por volta das 21h, um homem foi atropelado na Rodovia Régis Bittencourt, no município de Embu das Artes.

O Estado de São Paulo apresentou redução de 22% no número de acidentes, 16% no número de feridos.

Rio de Janeiro

Pelo menos quatro pessoas morreram e 52 ficaram feridas em 46 acidentes de trânsito ocorridos nas rodovias federais do Rio durante o feriado prolongado do Dia do Trabalho. No mesmo período do ano passado, foram registrados 79 acidentes, 99 pessoas feridas e uma morte.

De acordo com balanço divulgado na manhã desta quarta-feira pela Polícia Rodoviária Federal, entre sexta-feira e terça-feira, foram aplicadas 901 multas, por infrações que vão desde a falta do uso do cinto de segurança até a ultrapassagem em local proibido. Foram apreendidas 55 carteiras de habilitação e apreendidos 84 veículos.

Ao menos 2.700 motoristas passaram pelo teste do bafômetro, das quais 13 foram autuados por estarem embriagados. Outros 27 foram autuados por se recusarem a fazer o teste. Ao todo, três pessoas foram presas.