Todas as agências da Caixa Econômica Federal abrirão duas horas mais cedo na segunda e terça-feira, dias 13 e 14, para o saque do dinheiro das contas inativas do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS). Assim, trabalhadores que nasceram nos meses de janeiro e fevereiro começarão a ser atendidos às 9h neste início desta semana.

Após acompanhar os saques nas agências que abriram no sábado em todo o Brasil, o presidente da Caixa, Gilberto Occhi, pede que interessados em sacar o dinheiro levem a carteira de trabalho e os documentos que comprovem a saída de empregos anteriores. "Quero fazer um apelo ao trabalhador que, quando vier, traga a carteira de trabalho e, se possível, os termos de rescisão dos contratos de trabalho. Assim, temos condição de ajudá-lo imediatamente e fazer a atualização de alguma informação que seja necessária", sugere em nota.

Ao ser atendido em uma das agências da Caixa, o trabalhador que tem conta ativa do FGTS também poderá informar um número de telefone celular para receber atualizações sobre o saldo. Assim, será possível conferir se o empregador deposita mensalmente os recursos.

O balanço com o movimento nas agências no sábado deverá ser divulgado pela Caixa nesta segunda. Apenas na sexta passada, primeiro dia de saques, foram atendidos 3,3 milhões de pessoas, entre operações em agências e transferências automáticas. O número ainda é provisório, mas sinaliza que 69% dos 4,8 milhões de nascidos em janeiro e fevereiro que têm conta inativa já estavam com o dinheiro no primeiro dia.

O grupo retirou R$ 3,8 bilhões em apenas um dia. Desses, R$ 2 bilhões foram depositados em conta corrente ou poupança dos trabalhadores que já têm relacionamento bancário com a Caixa. Ainda de acordo com os dados preliminares da Caixa, os aniversariantes de janeiro e fevereiro ainda têm cerca de R$ 3,1 bilhões à disposição e que podem ser retirados das contas inativas.