Na noite desta quinta-feira (14), a Casa da Gastronomia Mineira – Espaço Mineiraria recebeu o lançamento do Festival Internacional Parque Gastronômico, um grande evento que vai reunir toda a cadeia produtiva da gastronomia do Estado no Parque da Gameleira, de 29 de agosto a 2 de setembro de 2018. 

É a primeira edição do projeto que promete ser um dos maiores do setor no país. Mas, o grande foco será a geração de negócios. "Não é simplesmente um evento de gastronomia, é uma mega exposição da cadeia produtiva mineira, que vai promover o encontro entre os setores de agronegócios, indústria e comércio, criando um grande centro de oportunidades", explica Christiano Rocco, idealizador do evento.

A ideia, segundo Rocco, é que os grandes produtores possam dialogar com os pequenos, que empresas do ramo se encontrem para negociar e gerar novos projetos.

Belo Horizonte foi escolhida como a primeira sede do Festival para aproveitar o excelente momento gastronômico vivido em Minas, e para atrair um número maior de turistas. "BH ocupa hoje a 5ª ou 6ª colocação das capitais mais visitadas e acho que temos potencial para brigar pelas primeiras posições. Temos a nossa hospitalidade, tão reconhecida, cultura, tradição e devemos aproveitar isso", comenta o idealizador. 

O projeto nasceu do Gastronomia na Praça, primeiro evento gastronômico temático da capital, que teve seis edições em BH, Nova York (EUA) e em Portugal. Atrações presentes neste projeto também estarão no Parque Gastronômico, como  a oficina Chef Mirim, o Espaço Pic Nic, a Cozinha Escola, workshops, cook shows e tasting room de Cervejas especiais. 

O Festival

O Parque Gastronômico terá um centro de convenções pra encontros empresariais e rodadas de negócios. "O festival vai fomentar oportunidades da ordem de R$ 10 milhões para milhares de empreendedores, além de realizar uma grande ação social e ambiental por meio da coleta seletiva de resíduos líquidos e sólidos e a doação de brinquedos e alimentos não perecíveis que serão trocados pelos ingressos e passaportes de acesso ao parque", afirma Christiano.

"Temos a missão e ambição de atrair turistas, do Brasil e do mundo, e apresentar o que Minas tem de melhor", finaliza. A previsão dos organizadores é realizar o festival em mais quatro capitais a partir de 2019.

Participaram do evento representantes da gastronomia como o Chef Jackson Cabral, coordenador do curso de Gastronomia da Faculdade Promove; Chef Danilo Santos, coordenador do curso de gastronomia da Faculdade Estácio de Sá; Chef Renato Lobato, presidente do Grupo Meet; além de autoridades como Amarildo Kalil, secretário adjunto da Secretaria de Estado da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (SEAPA); Maria do Socorro Pimenta, assessora institucional da Secretaria de Estado do Desenvolvimento Agrário (SEDA); e Paulo Pedrosa, presidente do  Sindicato de Hotéis, Restaurantes, Bares e Similares de BH e Região Metropolitana (Sindhorb).