#POSTHD Conteúdo Patrocinado

Você sabia que é possível adquirir um eletrodoméstico, um móvel ou um colchão com um desconto de até 70% em relação ao valor de mercado? Isso é possível por meio da empresa Bolsa de Leilões, que semanalmente realiza leilões de produtos que redes varejistas precisam se desfazer porque estão com pequenas avarias ou que saíram de linha, por exemplo.

Neste sábado (15), por exemplo, acontecem leilões de notebooks, panelas e kits de panelas no galpão da empresa, localizado no Anel Rodoviário, altura do bairro Bonsucesso, na região do Barreiro. Basta visitar o espaço, escolher os produtos e participar do leilão. Quem der o maior lance tem o direito de comprar o produto e já levá-lo para casa.

O leiloeiro Rodrigo Garzon explica que as peças com pequenas avarias externas (nunca um problema funcional) e aquelas que saíram de linha não são as únicas vendidas nos leilões. “Hoje, com o e-commerce, o consumidor pode devolver uma mercadoria em até sete dias, sem precisar dizer o motivo. Quando o produto é devolvido, a empresa não tem o que fazer com o produto”, explica.

Na Bolsa de Leilões também é possível encontrar produtos novinhos, sem qualquer problema. “Temos trabalhado também com produtos novos vindos direto da fábrica. Nesse caso, a indústria não tem custos com loja, revendedor, mídia. Conseguimos chegar a um preço com 40% de desconto em relação ao valor de mercado, porque os produtos vêm direto da indústria, sem atravessadores”, diz Garzon.

Atualmente, a Bolsa de Leilões trabalha com cerca de 20 redes varejistas (como Ricardo Eletro, Orthocrin, Eletrocenter e Suggar) e possui mais de 50 mil compradores recorrentes cadastrados.

Todo mundo ganha

No mercado há 20 anos, a Bolsa de Leilões fica com 5% do valor arrematado em um lote de produtos. A empresa se compromete a fazer a logística de transporte dos produtos entre a central de distribuição do varejista e o espaço onde acontecem os leilões. Ela também é responsável por  fazer a divulgação ao público sobre os produtos leiloados e cuida de todos os trâmites de recebimento de pagamento e repasse do produto ao comprador/arrematante.

“Eu arco com a logística, mídia, armazenagem, enquanto a rede varejista entra com o produto. O cliente consegue abrir espaço em seu estoque e evita que uma parte de seus produtos seja sucateada, descartada e jogada no balanço como prejuízo”, diz Garzon.

A retirada dos produtos é de responsabilidade dos arrematantes, que têm cinco dias úteis para fazer o pagamento da compra. Mas a Bolsa de Leilões tem parceiros que fazem frete, facilitando os negócios feitos nos leilões on-line, que atraem interessados do Brasil inteiro.

 

Serviço:

Próximo leilão: 15/07 (sábado)
Endereço: Anel Rodoviário, 3713, bairro Bonsucesso (sentido Rio de Janeiro)
Como funciona: visitações para os leilões presenciais: sextas-feiras, das 8h30 às 17h. Aos sábados, a empresa é aberta às 8h e os leilões acontecem às 10h. Para o leilão presencial, não é preciso fazer cadastro prévio. 
Telefone: (31) 3422-6739
Site:  www.bolsadeleiloes.com.br

 

Assista ao vídeo e conheça mais sobre a empresa: