A cantora Fabiana Cozza anunciou, pelas redes sociais, neste domingo (3), que renunciou ao papel de Dona Ivone Lara no musical sobre a sambista, com estreia prevista para setembro deste ano.

Na sua página no Facebook, Fabiana publicou um texto enorme no qual diz não participar mais de Dona Ivone Lara - Um Sorriso Negro - O Musical!, dias depois de todo o elenco da produção ter sido anunciado. Fabiana interpretaria Dona Ivone na vida adulta.

"Renuncio por ter dormido negra numa terça-feira e numa quarta, após o anúncio do meu nome como protagonista do musical, acordar 'branca' aos olhos de tantos irmãos", escreveu Fabiana.

Nas redes sociais, a questão racial foi muito debatida por fãs da sambista e por páginas do movimento da cultura negra. Para muitos, Fabiana era considerada "branca demais" para o papel.

Dona Ivone Lara morreu no mês de abril, aos 97 anos. Para o crítico de música do Caderno 2 Julio Maria, tratava-se da maior compositora do samba e da música brasileira.

O musical Um Sorriso Negro foi idealizado por Jô Santana, em um mesmo projeto que homenageou outros nomes do samba, como Cartola (em Cartola, O Mundo É um Moinho).

A direção e dramaturgia do projeto é de Elísio Lopes Jr. e a direção musical está sob a batuta de Rildo Hora.

A produção do musical não se pronunciou oficialmente, mas republicou o texto de renúncia da cantora na página da própria produção, com a adição da foto abaixo, na qual Dona Ivone Lara e a Fabiana Cozza dividiam o palco.