Pesquisadores britânicos descobriram uma potencial cura para a calvície usando um remédio originalmente desenvolvido para tratar a osteoporose. Durante testes de laboratório, os cientistas identificaram que a droga teve um efeito forte sobre os folículos pilosos, estimulando-os a crescer.

A substância contém um componente que tem como alvo uma proteína que atua como freio no crescimento do cabelo e seria uma das responsáveis pela calvície. A pesquisa, da Universidade de Manchester, foi feita com a amostras de couro cabeludo de mais de 40 pacientes que passaram por transplante. Ainda há poucos medicamentos e terapias no mercado para tratar o problema.