Os hatches aventureiros que se tornaram uma febre na década passada parecem ter voltado com força total. Depois do Ka Freestyle, chegou a vez do Citroën C3 Urban Trail se juntar à tribo dos escoteiros. A versão chega ao mercado com preço sugerido de $ 63.590.

Com direito à pintura em dois tons, molduras nos para-lamas e também nas laterais (como tem sido de praxe nos utilitários-esportivos da marca francesa), o C3 Urban Trail chega para atenuar o peso da idade do hatch, que já foi substituído na Europa, mas não dá sinais de que mudará por aqui tão cedo.

E a razão é uma só: volume. O C3 vende pouco. Este ano foram emplacadas apenas 3.173 unidades, uma média de 600 carros por mês. Um volume muito baixo para compensar o investimento em uma nova geração. 

Mas, verdade seja dita: mesmo com seis anos de estrada, o C3 ainda segue como um dos compactos prêmio mais qualificados do mercado e a versão aventureira agrega conteúdos como direção elétrica, trio elétrico (vidros, travas e retrovisores elétricos), ar-condicionado digital, multimídia de sete polegadas, com conexão Apple CarPlay e Android auto, além de rodas de liga leve aro 16. Sob o capô a versão é equipada com motor 1.6 de 118 cv e caixa automática de seis marchas. 

Vale dizer que o C3 Urban Trail é a versão aventureira mais honesta da praça. Seu nome, numa tradução literal, significa “trilha urbana”. Ou seja, ele não quer se passar utilitário-esportivo (SUV) pra todo-terreno como outros hatches compactos insistem em ser apresentados.