A rede popular Clínica do Bem tem uma meta ambiciosa: ser a maior do Estado até 2019, com 20 locais de atendimento. Atualmente, há duas unidades em funcionamento em Belo Horizonte e, até o ano que vem, estão previstas seis novas clínicas na capital e uma na região metropolitana.

A primeira clínica foi inaugurada há um ano, na Praça Sete, centro de BH, e já apresenta taxa de crescimento de mais de 20% ao mês. A equipe é formada por mais de 30 pessoas, incluindo médicos, enfermeiras e atendimento ao público. Os bons resultados animaram os sócios, que conseguiram novos parceiros para incrementar o negócio. O valor do investimento não é revelado.

Com a expansão, o total de funcionários deve chegar a 100 só na RMBH. Além da clínica no Centro, há outra em funcionamento no bairro Céu Azul. Até o fim do ano devem ser inauguradas outras próximo ao Metrô Eldorado e no bairro Abílio Machado. Também estão na rota de expansão Barreiro, Venda Nova e o município de Santa Luzia. No interior do Estado estão previstas clínicas em Governador Valadares, Ipatinga, Teófilo Otoni, Juiz de Fora, Montes Claros, Varginha e Uberlândia. Os outros locais ainda estão em estudo.

De acordo com o sócio-proprietário da Clínica do Bem Walter Galvão Neto, o atendimento chega a custar até metade do preço na comparação com o serviço particular convencional. Há consultas médicas em mais de 20 especialidades (clínica geral, dermatologia, pediatria, geriatria, fonoaudiologia etc) a partir de R$ 68. “Hoje vemos uma procura por esse tipo de serviço em todas as camadas da sociedade. Apesar do custo mais baixo, a prioridade é prestar um serviço de qualidade, com profissionais gabaritados, segurança, conforto e tecnologia”, diz.

A clínica atende ao público C e D, mas também tem abarcado fatias da classe média. “Nosso objetivo é ser ótima opção para quem não tem plano de saúde ou não quer encarar as filas dos planos ou do SUS”, argumenta.

De graça

Além de cobrar preço mais em conta, a Clínica do Bem presta serviços gratuitos de saúde para a comunidade carente uma vez por mês, por meio do Dia do Bem. “Trata-se de ação social importante para nós, quando temos a oportunidade de devolver um pouco daquilo que temos conquistado para a sociedade com atendimentos de qualidade às camadas mais necessitadas”, diz.