A Câmara dos Representantes dos Estados Unidos aprovou por 235 votos a 193 a extensão do prazo para negociação da elevação do teto da dívida do país até 22 de dezembro. Eram necessários 215 apoios. O texto segue para aprovação do Senado.

Na prática, a extensão do período evita a paralisação de agências federais a partir de sábado, (9), o que forçaria o governo americano a tomar medidas extraordinárias para continuar funcionando.

Nesta quinta-feira, (7), líderes da oposição democrata se reuniram com o presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, para tentar chegar a um acordo em relação ao orçamento do ano fiscal. Há divergências em relação ao montante gasto com programas de acolhimento de imigrantes e gastos em ações militares no exterior.