A plataforma P-56 da Petrobras ficou paralisada nesta quinta-feira (21), até as 14h, por causa de uma explosão de um disjuntor em um painel elétrico, segundo o Sindicato do Petroleiros do Norte Fluminense (Sindipetro-NF), em texto publicado no site da Federação Única dos Petroleiros (FUP). Dois trabalhadores ficaram feridos. Houve um princípio de incêndio e a geração de energia foi suspensa com o acidente.

Segundo o sindicato, os técnicos de manutenção elétrica Randerson Gomes, de 46 anos, e Marcus Vinícius Rocha de Almeida, de 30 anos, funcionários da Petrobras, sofreram queimaduras de primeiro e segundo graus, nos punhos e nas mãos. As causas do acidente não são conhecidas, mas há a hipótese de falha no disjuntor.

"Os petroleiros passaram por avaliação médica à distância e foi recomendado o desembarque para os dois casos", informou o Sindipetro-NF, em comunicado oficial. A Petrobras ainda não se pronunciou sobre o acidente.