Em uma cerimônia íntima, o empresário Eike Batista despachou à Iemanjá uma “pequena” fortuna estimada em R$700 mil. O barco foi enviado ao mar no último dia 02 de fevereiro, dia do orixá, em Ipanema, na zona sul do Rio de Janeiro. O objetivo: recuperar a fortuna perdida.

De acordo com o jornal carioca, Eika Batista foi aconselhado por dois videntes a “fazer as pazes com Iemanjá”, visto que parte de sua fortuna derivou de explorações feitas no oceano. No barco foram despachados flores, perfumes importados, garrafas de champagne, uma imagem de Iemanjá e cerca de 700 moedas de ouro – algumas valendo cerca de R$ 1 mil.

Um dos videntes, que prefere manter o anonimato, afirmou ao jornal EXTRA que a após a oferenda, Eike Batista “vai voltar a ser o homem mais rico do Brasil em questão de meses".

A cerimônia contou com a presença do empresário, um babaorixá e a tripulação do navio.